4min. de leitura

“O primeiro idioma que você aprende na vida é o silêncio, seja fluente nele”

São necessários muitos tombos e experiências para que possamos reaprender o valor do silêncio e de uma boca fechada.


O silêncio é a nossa primeira forma de comunicação no mundo. No entanto, conforme crescemos e evoluímos, começamos a acreditar que ele é desnecessário, que nos deixa isolados e longe daquilo que desejamos alcançar. São necessários muitos tombos e experiências para que possamos reaprender o valor do silêncio e de uma boca fechada.

À primeira vista, pode parecer que quando falamos, mostramos mais dispostos a resolver uma situação ou até mesmo atrair para nossas vidas algo que buscamos, mas em muitos casos, quanto mais falamos, mais nos mantemos distantes dos nossos objetivos.

Por exemplo, em uma discussão, apesar de parecer que o poder e a razão estão com aquele que fala e eleva o seu tom a todo momento, a verdadeira vitória é de quem sabe silenciar no momento certo e evitar desperdiçar energias em situações que não valem a pena.


Quando trabalhamos em direção a um grande objetivo, falar sobre isso com outras pessoas parece nos dar ainda mais energia e motivação, mas corremos o risco de dar munição aos invejosos que, sabendo exatamente quais são os nossos planos, terão mais ferramentas para nos sabotar.

“O silêncio é ouro”, dizem-nos as pessoas mais velhas, mas é apenas quando nos tornamos uma delas que somos capazes de realmente entender o significado dessa frase.

Quando cultivamos o silêncio, somos mais felizes e bem-sucedidos. Quando sabemos manter a boca fechada no momento certo, nós nos poupamos de estresse decepção.

Precisamos aprender a recuperar a fluência no silêncio. Não é à toa que ele é tão valorizado pelas pessoas mais sábias e bem-sucedidas do mundo.


Ser silencioso nas horas certas não é um sinal de apatia ou de imparcialidade, mas de sabedoria.

Seja com nós mesmos ou com outras pessoas, a capacidade de permanecer em silêncio é uma das maiores vitórias da vida, porque junto a ela conquistamos paz de espírito e a tranquilidade na alma.

Fazer silêncio é saber que nem tudo merece ou precisa de uma resposta. É aprender a ignorar pessoas e situações que chegam em sua vida apenas para tirar o seu sossego, é entender que a sua felicidade depende muito de quanta importância você dá a tudo o que acontece ao seu redor.

Fazer silêncio é se recusar a entrar na onda das pessoas tóxicas e preservar a si mesmo, acima de qualquer pessoa ou coisa.

É escolher viver em paz, ao invés de estar certo e cuidar de si mesmo, em primeiro lugar.

O primeiro idioma que você aprende na vida é o silêncio, seja fluente nele e a sua vida se transformará.


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Maryia Bahutskaya/123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.