Reflexão

O que é melhor: perder quem você ama ou se perder tentando forçá-lo a ficar?

capa O que e melhor perder quem voce ama ou se perder tentando forca la a ficar
Comente!

Os relacionamentos, muitas vezes, mostram para nós que nem tudo o que queremos e esperamos é o melhor para nossa saúde emocional.

Quantas vezes você não se forçou a caber em um relacionamento por sentir que aquilo era o certo a fazer? Quantas vezes não chorou com as palavras entaladas na garganta, forçando-se a não dizer nada, sabendo que causaria uma nova discussão? Vamos agindo dessa maneira, abrindo mão de nossas vontades e desejos por medo de ficar sozinhos. Mas, será que vale mesmo a pena?

É entristecedor ver o quanto tentamos mudar apenas para agradar a quem está ao nosso lado. Qual é a necessidade disso? No fim das contas, o que vale não são justamente os momentos em que fomos genuinamente felizes?

Realmente, nem todos sabem o que esperam numa relação amorosa e, mais ainda, precisam corresponder às exigências da sociedade ao invés de seguir os próprios desejos.

Se forçar a ficar em uma relação falida é pior do que ficar sozinho, mesmo que lhe digam o contrário. Não importa se você foi criado para cumprir certas etapas de vida, elas não vão garantir a sua felicidade, e passar o tempo correspondendo às expectativas dos outros é um caminho que nunca terá um fim, pois sempre vai existir mais alguém para opinar.

O amor é um sentimento complexo, muitos têm certeza de que já o sentiram, enquanto outros afirmam nem saber o que é. Quando estamos num relacionamento, seja namoro ou casamento, esperamos que aquela pessoa sinta o mesmo que nós, e vamos construindo castelos fantasiosos a partir das experiências que tivemos. Mas ninguém pode nos dar a garantia eterna de que jamais vai partir, porque o tempo passa, as coisas mudam e o amor acaba.

Quanto mais tempo perdemos nos esforçando para fazer com que o outro fique ao nosso lado, mais nos anulamos. Vamos cumprindo etapas, vamos deixando de fazer aquilo que nos deixa felizes, entrando numa realidade distante do que deveria ser uma relação de verdade. A cumplicidade, a troca honesta, olhar nos olhos daquele que está ali e saber que a única coisa que existe é amor.

Uma união precisa ser verdadeira, precisa ter lealdade e honestidade, se é pretensão dos dois seguir pela mesma estrada. E o amor só é válido quando surge de maneira genuína, não importa o quanto você deseje o sentimento de alguém, mesmo que decida amar pelos dois, ainda assim não bastará. É preciso comprometimento emocional no mesmo nível do casal; quando um oferece mais do que o outro, desequilibra a relação e as coisas se tornam complexas.

Você pode estar se perguntando: mas o que devo fazer para que ele/ela fique? A resposta é bem simples: nada! Não existe absolutamente nada que você possa fazer para que a outra pessoa fique ao seu lado, essa é uma decisão que apenas ela pode tomar e nenhum tipo de promessa, chantagem ou mudança vai transformar o sentimento.

Sabe por quê? O amor é construído por todos os envolvidos, é preciso que ambos sintam vontade de permanecer. Se um dia você sentir que existe algo estranho com seu companheiro ou companheira, e isso o atormentar, tenha uma conversa franca com essa pessoa. Não se sujeite a amores rasos por medo da solidão, não se morre por não amar ninguém, mas viver num relacionamento à força causa estragos emocionais incomensuráveis.

Valorize sua existência, seja quem você é, não se esforce para caber nos outros. Existem muitas pessoas no mundo, pode ter certeza de que você vai encontrar quem procura, e nem precisa passar muito tempo pensando nisso.

Perseguir o amor e o encontro como objetivo de vida é algo doentio, não coloque expectativas demais em coisas que dependem de vários sujeitos.

Limite-se a ser uma pessoa verdadeira. Se for preciso que o outro vá, permita, liberte-se! Aprenda a se reconstruir nos momentos de tristeza, aprenda a se encontrar nos escombros e a viver em plenitude, mesmo sozinho. Você com certeza vale mais do que um relacionamento fajuto.

Comente!

Todos nos tornamos pais dos nossos pais quando se aproxima a partida deles

Artigo Anterior

Você enfrenta a vida com otimismo? Diga o que enxerga nesta imagem, que te responderemos!

Próximo artigo