publicidade

O que é uma bruxa e o que ela faz?

Na literatura clássica, cinema, teatro – inclusive, por influência da Disney – criou-se um estereótipo popular de bruxa, onde a mesma é sempre associada à uma mulher velha, nariguda, feia, malvada e dona de uma gargalhada tenebrosa. As bruxas discordam e tentam mudar esta visão equivocada – de que adoram o satã e praticam o mal. Afinal, você sabe o que é bruxa e o que ela faz?



Perseguições na Idade Média

Desde os tempos antigos as bruxas eram associadas ao mal. Na Idade Média, as mulheres que tinham alguma ligação com a prática de bruxaria ou com medicina alternativa eram perseguidas pela Igreja Católica, muitas eram humilhadas em praça pública e outras mortas (queimadas vivas em fogueiras coletivas), maior exemplo disso ocorreu com Joana D’arc. Desta época que originou o termo caça às bruxas.

Elas foram obrigadas a viver escondidas sob acusação pacto com demônio e ter poderes sobrenaturais para o mal. A Inquisição era tão forte e cruel quanto a intolerância dos dias atuais.

o-que-e-uma-bruxa-capa-e-dentro


O que mudou na atualidade?

Hoje, graças ao sincretismo religioso, a aceitação da sociedade é maior – apesar de não ser muito significativa, pois as bruxas continuam sendo alvo de muito preconceito. A imagem da bruxa, infelizmente, ainda é vinculada com magia negra e o mal, como se seu principal objetivo fosse apenas derrotar seus inimigos, maltratar criancinhas e torturar pessoas por puro prazer.


O paradigma é quebrar essa ideia e reconhecer a inteligência, o dom e o uso da natureza para fins benéficos como, por exemplo, a cura através de ervas e poções.


Você sabe o que uma bruxa faz?

As bruxas, ao mesmo tempo que são temidas, são reverenciadas, por isso é importante compreender o universo que elas vivem para evitar mal entendidos e conhecê-las melhor.


As feiticeiras são pessoas normais, assim como nós. Elas têm filhos, trabalham, estudam e possuem diversos problemas, tanto amorosos quanto financeiros. Estão sujeitas a ter problemas de saúde e sofrer com as armadilhas da vida.

Mas afinal, você sabe o que as bruxas fazem? É normal ter ideias equivocadas sobre as mesmas. É por isso que preparamos uma listinha sobre o que elas fazem ou não. Veja mais e tire todas suas dúvidas.

As bruxas celebram a terra, cultuam as forças da natureza, plantam ervas em seus quintais para fins benéficos (culinários e curativos), se comunicam com os animais, festejam a virada das estações do ano, fazem poções, possuem seu corpo como sagrado, acreditam em reencarnação e honram deuses e os alimentos.

As bruxas não usam fetos em seus rituais ou fazem qualquer tipo de pacto com o diabo. Elas não renunciam a Deus – apenas acreditam em outra força maior – não voam em vassouras, não cometem crimes e justificam com sua fé, não fazem mal a crianças, não matam e torturam pessoas.


Além de saber o que é bruxa, quais são as mais famosas?

Algumas bruxas que ficaram bem conhecidas ao longo dos anos como a Bruxa Évora, Alice Kyteler, o caso das Bruxas de Salém, Elly Kedward e Joana D’arc. Estas são algumas das mais famosas que sempre viveram na sociedade. Elas também marcam presença frequentemente no cinema em clássicos como: a Branca de Neve, a Cuca em Sítio do Picapau Amarelo, Bruxa Má do Oeste em O Mágico de Oz e a Bruxa de Blair. Entretanto, sempre carregam uma associação com o mal na grande tela.

Já na saga Harry Potter, que trata demasiadamente sobre o assunto magia, não personifica a bruxa somente como algo ruim – mostrando assim o outro lado da moeda que quase ninguém vê. Na história, o pequeno Harry perde os pais e segue sua rotina em uma escola preparatória de bruxos, na qual aprende o poder da magia e como deve usar os ensinamentos para o bem e os riscos de serem usados para o mal.


Dia das bruxas

Agora que você já sabe o que é bruxa, saiba que elas tem o seu dia celebrado mundialmente. O dia das bruxas, também conhecido como Halloween, é comemorado dia 31 de outubro. A festa tem origem incerta, mas é muito famosa nos Estados Unidos, porém diversos países também homenageiam as feiticeiras. Reza a lenda que, neste dia, o elo entre o mundo dos mortos e dos vivos fica mais fraco, permitindo que os espíritos entrem nos corpos e ganhem a vida. Sendo assim, para se proteger, as pessoas precisariam usar fantasias. A história percorreu os séculos e a tradição permanece viva até os dias atuais.

As crianças adoram a parte da fantasia, pois saem pela vizinhança de porta em porta dizendo “doces ou travessuras”.

Por: Juliana Taróloga

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.