ColunistasRelacionamentos

O que fazer com a frieza e a indiferença?

O QUE FAZER COM A FRIEZA CAPA E FOTO 01 e1475566218359

Talvez você espere que esse texto se inicie e termine dizendo para manter a autoestima e ignorar uma pessoa fria, que você precisa buscar aquele indivíduo intenso que se encaixe perfeitamente contigo, sua alma gêmea, que supra suas necessidades de carinho e afeto, mas não…



O fato é que nas urgências que encaramos diariamente, por vezes temos certa preguiça de investir nas pessoas, acreditamos que seja perda de tempo, que não renderá frutos compensatórios nos aprofundar no conhecimento sobre o próximo. Caso isso não fosse tão recorrente, quem sabe não desnudaríamos o outro? E, talvez, ele não seja tão indiferente como parece. Já pensou nisso?

Remover as armaduras criadas pela frieza pode ser cansativo, exaustivo em alguns casos, mas também pode valer a pena, no final. Você só conhece o próximo quando se dispõe a interessar-se por ele. Receber alguns “nãos” faz parte do processo, afinal a confiança demanda tempo e paciência.

o-que-fazer-com-a-frieza-foto-02


Digo isso porque, embora goste de gente, em dados momentos da caminhada me faço (e preciso) da distância e de seguir um pouco só. Retirar um tempo pra mim é fundamental para manter a sanidade, mesmo que sejam algumas poucas horas na praia.

É uma necessidade conviver consigo mesmo. E alguns amigos (e relacionamentos) se foram por não compreenderem essa característica. Não os culpo, cada um sabe bem o seu limite, até onde consegue ir.

Apenas entenda que a dedicação, preocupação e cuidado oferecido ao outro o diferenciam da maioria, e te torna inesquecível. Mesmo que ele não consiga dizer isso com frequência ou não saiba retribuir da maneira que você queira.

Em alguns casos é necessário perceber os detalhes, os gestos de gratidão que surgem repentinamente e te fazem reconhecer que certas barreiras estão sendo lentamente balançadas, e no lugar dessas muralhas, pequenas estruturas de ponte iniciam o processo de construção.


Mas, cuidado! Isso não significa que você deva permanecer em algum tipo de relacionamento abusivo, porque o outro lança, sobre ti, pequenas e esporádicas gotas de bondade. Verifique com atenção as suas amizades e amores.

Existem amigos que não são tão efusivos como queríamos, mas nos amam. Outros ainda são bem mais calorosos, enfim, todos nós somos um universo diferente, porém é de extrema relevância que você também se sinta importante para o outro, e que não esteja sustentando sozinho, uma relação.

Mais do que se sentir especial, o mais importante, o que de fato faz sentido, é que saibamos responder a indiferença com atenção e, rebater a frieza com o calor.

o-que-fazer-com-a-frieza-capa-e-foto-01


Oferece um amor gratuito e paciente, cultiva lindos sentimentos em nossa alma. O nosso coração se torna mais maleável e resistente, fazendo com que jamais percamos a nossa humanidade.

O amor não é físico, não é preciso tocar para sentir…

Artigo Anterior

Quanto de necessidade do outro tem em você?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.