ColunistasDesenvolvimento Pessoal

O que fazer nessa crise enquanto você não arruma um emprego?

Afinal, o que fazer nessa crise enquanto você não arruma um emprego?



Infelizmente, o atual momento está desfavorável para muitas pessoas que estão procurando um emprego, porém não podemos ficar de braços cruzados esperando que um milagre aconteça.

Algumas ações podem melhorar as suas chances criando novas oportunidades.

As dicas são simples, mas podem muito bem fazer toda a diferença!


1 – A principal ação a fazer no primeiro momento é evitar o desespero e fazer uma análise técnica das suas habilidades profissionais. Veja o que falta em seu currículo para melhorar, aproveitando o seu tempo disponível para sanar essas lacunas e ficar mais preparado para uma possível entrevista. Faça cursos se for o caso, muitos são de baixo custo ou até mesmo gratuitos.


2 – Escolaridade é outro ponto fundamental. Estudos nunca são demais. Se falta o segundo grau, volte a estudar. Não crie desculpas dizendo que já não tem idade para isso, que você não tem tempo para estudar ou qualquer outra desculpa. Você pode no momento até não ter dinheiro para fazer uma faculdade, mas o curso de segundo grau é muito bem possível. Aproveite esse tempo para se preparar. Plante agora para colher depois.



3 – Falar uma outra língua já não é mais um diferencial. Estamos num mundo globalizado. Entre dois candidatos com a mesma experiência profissional, o candidato que falar uma segunda língua, como o inglês, mesmo não sendo exigência da função, provavelmente será o escolhido. Ah, não se esqueça que para aprender inglês não precisa somente fazer um curso pago. Quem realmente quer aprender algo, pode usar a internet como um ótimo meio para isso. Há muitos cursos gratuitos e que tem o mesmo efeito de um curso numa escola. Basta você se dedicar.


4 – Se o seu objetivo for ser um funcionário público, então fique atento aos concursos e o tempo para fazer as inscrições. Coloque como meta e estude muito. Não ache que estudar um pouco já será o suficiente. Muitas pessoas que estão se dedicando há muito mais tempo que você, e estarão muito mais preparadas, porém, não se desanime. Você só precisa se superar. Na hora certa o que for para ser seu virá de encontro, mas para isso você terá que fazer a sua parte e não pode dar ao luxo de achar que vai perder tempo estudando. Faça o seu melhor.



5 – Bom profissional é aquele que se prepara para o mercado e não para a empresa. Um dia a empresa finaliza o seu contrato de trabalho e se você não se preparou para o mercado, ficará numa situação mais complicada. Veja quais são as exigências de mercado para a função ou cargo desejado. Esteja sempre atualizado para o mercado de trabalho. A garantia de estar sempre trabalhando é você que cria e não o cargo em que você ocupa seja em qual empresa for.

E finalizando, um bom profissional não é só feito de um lindo currículo e muitos anos de experiência, mas também do ser humano dono desse perfil. Antes de tudo isso, seja educado, jamais desrespeite seus colegas de trabalho ou superiores, seja honesto acima de tudo, amigável e responsável nas suas tarefas e mantenha um bom networking, pois muitas vezes o seu próximo emprego pode sair da indicação de um antigo colega de trabalho ou empregador. Boa sorte!

O poder das relações:

Artigo Anterior

O veneno emocional de uma relação começa no ciclo da reatividade. – 8 itens para avaliar seu relacionamento:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.