5min. de leitura

“O que fazer se o filho não quer estudar” – dicas de Içami Tiba

O grande psiquiatra e escritor brasileiro Içami Tiba deixou grandes lições para todos nós em todas as áreas da vida, principalmente no relacionamento entre pais e filhos.


Nem sempre sabemos qual a melhor maneira de guiar nossos filhos por caminhos positivos na vida, e apesar de a escolha final sempre ser nossa, dicas de pessoas capacitadas sempre podem nos ajudar a agir com sabedoria.

Içami não está mais conosco, mas sua página no Facebook segue administrada e alimentada por seus filhos, e sempre traz mensagens de reflexão que nos ajudam a enxergar a vida com outros olhos.

Recentemente foi publicada na página de Içami uma mensagem incrível em forma de frases que abordam assuntos de muito interesse dos pais, que podem ajudá-los a oferecerem aos seus filhos uma educação com mais consciência.


Abaixo estão as preciosas frases de Içami Tiba para os pais. Leia-as com responsabilidade e reflita sobre o que pode ser agregado à sua vida.

1. Quanto custa um filho quando repete de ano? O cálculo não é somente matemático, mas também afetivo.

2. Ninguém constrói por uma pessoa o que ela não constrói dentro de si.


3. O filho vai precisar de conhecimento, de informação. Mas para vencer na vida terá que ter COMPETÊNCIA. Para ter competência, precisará querer “aprender sempre”. Não adianta fazer bem uma coisa e ficar parado ali, sempre repetindo a mesma coisa: é preciso evoluir. Temos também que dar “gosto pelo estudo”, pois o filho não sabe ainda o quanto isso fará falta na vida futura dele. Tem que ser “íntegro”, não adianta ficar mentindo que todo mundo foi mal etc, tem que falar a verdade: que não foi aprovado porque não fez o que deveria. Além de tudo isso, para ter competência, precisa ter “disciplina”: não adianta a pessoa ser inteligente se não tiver disciplina porque se a inteligência não for colocada em prática através da disciplina também não se formará a competência. E o mais importante de tudo é a “ética, integridade, legitimidade”.

4. Ninguém repete no último mês do ano. A “repetência” já se manifesta logo no começo do ano. O erro não está só no filho que não toma providências e vai repetir de ano. O erro está em quem delega poderes e não cobra os poderes delegados.

5. Infelizmente, para quem não tem educação, a cobrança entra por um ouvido e sai pelo outro. Mas se os pais cobrarem, o filho não fizer nada e depois os pais não tomarem nenhuma atitude com relação a isso, não adianta cobrar.

6. Para poder cobrar tem que haver uma combinação prévia. Se o filho não sabe o que deve, como os pais podem cobrar? Tem que haver uma relação de compromisso e se o filho não cumprir o compromisso desde o começo do ano ele irá repetir mesmo. Se repetiu um ano, os pais não devem esperar que o filho “aprenda” e no ano seguinte faça de forma diferente: não é errando que se aprende! É corrigindo o erro que se aprende!

7. AMAR NÃO É SÓ CRIAR. AMAR É EDUCAR e EDUCAR É PREPARAR PARA A VIDA!!!

O que você achou dos conselhos de Içami? Concorda e aplica algum deles em seu relacionamento com seus filhos? Compartilhe sua experiência e visão através dos comentários abaixo!






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.