O que fez seu 2019 valer a pena? Faça o teste e avalie o seu nível de otimismo!

5min. de leitura

Muitas pessoas aproveitam o fim do ano para fazer uma lista de objetivos para o próximo ano, mas encontram dificuldade em cumpri-los.



O primeiro ponto em que precisamos prestar atenção é onde está o nosso foco e como estamos usando a nossa energia.

Para começar a entender o processo de mudança do nosso comportamento, precisamos basear as nossas questões em dois pontos:

  • Problemas e limitações que precisam ser resolvidos e eliminados.
  • Sonhos e metas a serem conquistados.

Agora que você já sabe quais mudanças são importantes, precisa entender que seu sucesso depende da capacidade de focalizar as coisas importantes. Então eu lhe faço uma pergunta poderosa: você está mantendo o foco nas coisas que, de fato, são importantes na sua vida?


Tenho também uma notícia: a capacidade de manter o foco até que a mudança aconteça está ligada à sua maturidade emocional, alcançada por meio de doses diárias de realização em direção a uma grande meta, ações disciplinadas, sem cobranças excessivas e muito otimismo.

Ao construir uma forma mais positiva de pensar, você se torna mais confiante em que atingirá os resultados esperados e lida com as adversidades partindo do princípio de que você tem poder.

Conquistas não são uma simples questão de direção, metas e objetivos, mas sim de quem é você, qual a sua atitude e quanto você se dedica à sua excelência pessoal.


Formule melhor o que você deseja

Atente-se para estes dois exemplos de objetivo: “quero perder peso em 2020” e “quero perder 10 kg até junho de 2020 para viver com melhor qualidade”. Viu a diferença?

Para você colocar em prática o que planeja na virada, é necessário ter um objetivo bem formulado, que deve ser claramente definido, mensurável e realista, ser relevante para a sua vida e ter um prazo estipulado para sua consecução.

Para o psicólogo Edwin Locke, pioneiro na teoria de estabelecimento de metas, o desempenho de uma pessoa é muito mais direcionado a formular objetivos que atendam a esses critérios.

Vamos testar o seu nível de otimismo para começar 2020 com o pé direito em direção às suas realizações?

O questionário a seguir eu desenvolvi para ajudar você a avaliar o seu nível de otimismo. Vamos lá!

1. Fico desestimulado facilmente.

A. Verdadeiro

B. Falso


2. Fico deprimido mais do que gostaria.

A. Verdadeiro

B. Falso


3. Eu fracasso mais do que deveria.

A. Verdadeiro

A. Falso


4. Sempre visualizo o lado negativo das coisas.

A. Verdadeiro

B. Falso


5. Sempre acredito que as coisas vão dar errado.

A. Verdadeiro

B. Falso


6. Quando algo de bom acontece, acredito que é pura sorte.

A. Verdadeiro

B. Falso


7. As pessoas têm boas razões para não gostarem de mim e sempre querem puxar o meu tapete.

A. Verdadeiro

B. Falso


8. Sou vítima das circunstâncias, não consigo mudar.

A. Verdadeiro

B. Falso


9. Entra ano, sai ano e nada muda.

A. Verdadeiro

B. Falso


10. Acredito em tudo ou nada, não existe meio-termo.

A. Verdadeiro

B. Falso


Nenhuma resposta “A”: não é uma pessoa pessimista.

De 1 a 3 respostas “A”: exibe um ou outro comportamento pessimista. Você precisa avaliar, checar hábitos e atitudes que podem gerar comportamentos pessimistas.

De 4 a 6 respostas “A”: boa parte de seus comportamentos são pessimistas. Se a sensação angustiante se manifestar com frequência, cogite procurar acompanhamento.

De 7 a 10 respostas “A”: apresenta a maioria dos comportamentos pessimistas. Você cultiva hábitos prejudiciais para o seu desempenho; está na hora de buscar auxílio profissional.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Negative Space/Pexels.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.