publicidade

O que há dentro de você? a parábola da laranja que o fará refletir sobre o que está nutrindo dentro de si mesmo

As parábolas são textos escritos com o objetivo de nos ensinar lições importantes e nos fazer refletir sobre a vida e nossas atitudes.



A parábola da laranja foi apresentada ao público pelo psicólogo e escritor Wayne W. Dyer, em uma conferência de desenvolvimento pessoal em Toronto, no Canadá.

Wayne subiu ao palco com uma laranja e começou a conversar com um jovem que estava sentado próximo ao palco. A lição que foi ensinada nesse dia é um ensinamento para todos nós, uma importante reflexão sobre o que nutrimos em nossos interiores.

Wayne perguntou ao jovem:

– Se eu apertar esta laranja, o que sairá?


O jovem respondeu:

– Suco de laranja, claro!

Wayne continuou:


– Você acha que poderia conseguir suco de maçã dessa laranja?

O jovem, sorrindo respondeu:

– Não!

– E suco de toranja?

– Também não!

– Que suco eu consigo fazer com essa fruta?

– Suco de laranja.

– Por que? Por que quando eu espremo uma laranja consigo suco de laranja?

O jovem estava visivelmente confuso, mas ainda respondeu:

– Porque é uma laranja e é isso que está em seu interior.

Dyer assentiu e continuou para a plateia:

– Certo, suponha agora que você é essa laranja. Se alguém o aperta, ofende ou o trata rudemente e você responde com raiva, ódio, amargura e medo, por que é isso que sai de dentro de você? A resposta, como este jovem acabou de dizer, é: o que temos dentro é o que colocamos para fora. Apesar de não estar em nosso controle o que outras pessoas nos fazem, podemos controlar nossas reações, ou em outras palavras, “o que colocarmos para fora”.

Podemos aprender uma valiosa lição com essa história: nossas reações às coisas que as outras pessoas nos fazem não tem nada a ver com elas, mas com nós mesmos, afinal só externalizamos aquilo que já está dentro de nós.

Assim como conseguimos apenas suco de laranja ao apertarmos uma laranja, só conseguirmos mostrar ao mundo aquilo que já existe em nossos corações.

Somos o resultado de tudo aquilo que alimentamos em nosso interior.

Temos o costume de culpar outras pessoas por aquilo que nos acontece ou pelas nossas reações exageradas e negativas, quando, na verdade, a verdade está em nós. Culpamos outras pessoas por despertarem o pior de nós, mas, na verdade, elas só são um reflexo do que carregamos dentro de nós.

Ao invés de sempre encontrarmos alguém para culpar, precisamos entender o que nos leva a agir de certas maneiras e a encontrar a verdadeira raiz de nossos sentimentos negativos e raivosos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: jazzz923 / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.