2min. de leitura

O QUE NÃO É REAL, O TEMPO VARRE. O QUE É REAL A GENTE TENTA VARRER, MAS NÃO CONSEGUE!

ILUSÃO E VOCAÇÃO – 03/10/2012


Muitos de nós, sem perceber, passamos a vida com ideias fixas sobre o que queremos, sem considerarmos e/ou percebermos nossas verdadeiras vocações, quer sejam profissionais, amorosas, ideológicas, etc.

Às vezes, por imposição dos pais, filhos seguem carreiras que os conduzirão a um terrível vazio existencial. Às vezes por equívocos causados por falta de autoconhecimento.

Às vezes por priorizarem o dinheiro. Às vezes por tudo isso junto e muito mais.


São inúmeras as razões que levam pessoas a passarem a vida vivendo a história de um personagem, e não a sua própria.

Creio que a primeira coisa a ser aprendida e respeitada, à risca, por pais e educadores deva ser o autoconhecimento.

A escolha não pode ser meramente feita por cálculo, por imposição ou por idolatria a ícones, mas pelo prazer em se fazer coisas. Para isto, é preciso experimentar.


A par desse processo, a meditação (tão recomendada também pelos bons médicos) é a MELHOR ferramenta para a auto-percepção.

O que a pessoa é não morre, e fica lá clamando pelo exercício. Se não acontece, gera insatisfação e tristeza. Aquela tristeza que a pessoa não sabe bem de onde vem.

Não adianta ignorar o que se é, porque dessa forma a nossa saúde acaba nos “ignorando”. É preciso descobrir-se.

O que não é real o tempo varre. O que é real a gente tenta varrer e não consegue.

________________

Conheça um pouco mais do seu trabalho acessando: Youtube  – Conteúdo do Livro: Foco No Afeto 





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.