publicidade

O que o medo de perder pode lhe ensinar?

Hoje vim falar sobre algo baseado em minha própria vivência: o medo de perder. No que será que ele se baseia para que continue existindo dentro e fora de nós?

Sim, fora também, mas isso é algo que deixo para falar no final de nossa reflexão de hoje.



Vivenciando um momento ligado a uma possível crise, algo que se abateu sobre minha vida, que chegou sem avisar e me pegou desprevenido, fazendo-me olhar para medos que poderiam estar presentes dentro de mim, e que por sinal eu não dava ouvidos, muito menos olhos, já há muito tempo!

A situação não retratarei, exatamente por não fazer diferença para você, mas sim a experiência que vivi, a situação e energia que esta experiência me trouxe, e que me fez enxergar a mim mesmo, jogar luz em um eu que não me dava conta que poderia existir!

Pois bem, no mundo dos sonhos, vivenciei uma experiência negativa, que me despertou o medo de perder.


Acordei atônito, desesperado e com certa angústia dentro de mim, por dentro daquele sonho simplesmente lúdico, apenas por meu subconsciente criar certa situação, e dentro desta experiência lúdica, já me ter trazido a sensação de medo, tristeza e angústia, acordei como descrevi acima, angustiado e perdido, exatamente pelo simples fato de dentro de uma experiência lúdica, um simples sonho, esta suposta situação me ter trazido dor.

Ao despertar, já fora ou mesmo longe de um sonho, aquela situação de medo continuou apitando dentro de mim!

E assim foi durante o dia, vivenciando com equilíbrio, mas, lá no fundo, aquele medo de perder me rondava.

Ao fim da tarde, uma notícia que envolvia a mesma pessoa que passava pelo apuro dentro do sonho me chegou e aquele medo claro se afirmou dentro de mim, mas não havia necessidade desta emoção existir, pois estava tudo bem. Não se tratava de nada grave, porém, ao fim da noite, notei o quanto um simples sonho pode despertar dentro de mim um medo como este.


De onde essa emoção surgiu, afinal? Como fiz para atrair esta situação ou mesmo refletir estas emoções dentro de um sonho inconsciente? E o melhor, que foi quando despertei para o real acontecido, como esta emoção advinda de um sonho pôde exercer tal poder sobre mim?

Foi quando parei para analisar todas estas questões as quais me fiz e me deparei com uma simples, porém complexa, resposta interna:

O MEDO DE PERDER JÁ EXISTIA DENTRO DE VOCÊ, DESDE MUITO TEMPO, PORÉM, APENAS AGORA ENCONTROU UM CAMINHO OU ATALHO MENTAL, E ATRAVÉS DE SÍMBOLOS PÔDE MANIFESTAR E CRIAR EMOÇÕES DENTRO DE VOCÊ!

Isso me despertou para mim mesmo e me fez refletir, e por isso, agora eu lhe trago este questionamento e a oportunidade de refletir comigo.

Como você se relaciona com seus sonhos?

Como você está despertando do sonho ultimamente?

Como está gerenciando esta energia durante seu dia?

SERÁ QUE SEU INCONSCIENTE ESTÁ LHE INCUTINDO EMOÇÕES NEGATIVAS ATRAVÉS DE SEUS SONHOS?

SERÁ QUE VOCÊ ESTÁ VIVENCIANDO CICLOS NEGATIVOS COTIDIANOS POR ESTAR GERINDO MAL SUAS EMOÇÕES?

Na verdade, notei que este sonho me serviu hoje como objeto de autoanálise, esta experiência me fez notar que, na verdade, este sonho não trouxe pelo meu inconsciente uma negatividade ou gerou emoções negativas com propósito negativo, não!

O intuito da linguagem onírica e lúdica dos sonhos é trazer do porão do inconsciente questões mal resolvidas, até mesmo antigas, que jogamos debaixo do tapete, talvez a anos ou até décadas, trazer para cima em formato simbólico, a fim de que possamos olhar de frente para estes símbolos, refletir e iluminar a estas questões, para que possam, por fim, ir embora ou, no mínimo, mesmo sem oportunidade de reflexão ou análise positiva para ressignificação, apenas expurgar estas emoções e conflitos, suavizando suas cargas emocionais, nem que seja a única maneira de melhorar seus processos atuais.

Pude perceber que o propósito é positivo, divino e harmonizador, então, assim, dentro desta grande oportunidade, olhei de frente, avaliei e me vi dentro deste ciclo emocional, digerindo-o e pude por fim liberar a todas essas emoções.

Agora está tudo bem!

Resolvi trazer para você esta experiência em forma de artigo, no intuito de ilustrar esta situação ocorrida e, de forma metafórica, trazer estes questionamentos, espero que faça sentido para você!

E POR SINAL, RESPONDENDO A PERGUNTA INICIAL, SERÁ QUE ESSE MEDO DE PERDER SE MANIFESTA DENTRO E FORA DE NÓS?

Em minha visão terapêutica, analítica e vivencial, SIM!

Assim como este simples sonho se manifestou fora do meu subconsciente, ele pode se manifestar fora de mim, em situações do meu dia. Tudo fora é reflexo de dentro!

Então, meus caros, sim! Conflitos familiares, profissionais e cotidianos podem ser reflexos de nossos conflitos internos, e nos harmonizar com nosso próprio eu.

Digerir nossas emoções, liberar, perdoar, soltar, pode e faz toda a diferença!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.