O que você considera benéfico pode estar sabotando sua atração

Dois experimentos simples, rápidos e quase ingênuos comprovaram algo, minimamente, assustador, e podem te deixar com uma pulga atrás da orelha. Quem está no comando?



Que a mente tem funcionamento complexo e é fascinante todo mundo sabe. O que poucas pessoas sabem, porém, é quão profunda e sabotadora ela pode ser. Desde o início de nossas vidas, nós aprendemos a desenvolver a autoconfiança; às vezes, não satisfeitos com o que vivemos no dia-a-dia, buscamos em livros, palestras e até artigos como este, como desenvolvê-la e ser mais autoconfiante. Poder inovar, dar passos largos, caminhar numa mata virgem, descobri coisas novas…. Cautela nesta busca! Na verdade, o cérebro é, naturalmente, autoconfiante, ele é programado assim, e o é até demais! É exatamente este exagero que pode estar causando a tão famosa e temida auto sabotagem!

Os experimentos – apresentados pela National Geographic: Truques da mente; 2ª temporada, episódio 9 – traziam tarefas fáceis: a primeira consistia em ler um quadro e identificar o erro da frase: “Primavera em em Nova Iorque”. Na segunda, dois trens eram apresentados aos participantes, o primeiro tinha dez palavras, e o segundo, quatro; tudo o que eles precisavam fazer era identificar uma palavra no segundo trem, que tivesse aparecido no primeiro.

O resultado do primeiro experimento foi: o cérebro ignora informações que estão diante de nós. Muitos participantes não perceberam a repetição de “em” na frase. O segundo mostrou o efeito oposto, embora a palavra identificada pertencesse ao mesmo contexto das palavras do primeiro trem, nenhuma palavra do segundo trem estava no primeiro! Ou seja, a mente lembrou-se de algo que não existia de fato, ela simplesmente inventou.


Por quê? Excesso de autoconfiança. Ué, e isto é ruim? O cérebro não se sente confortável em dizer que não sabe algo que “deveria” saber, então ele inventa ou ignora informações. O termo clínico para isto é: ilusão de conhecimento. Agora, imagine o tanto de informação falsa que há em nossa memória, e também o tanto de dados relevantes que ignoramos no nosso dia-a-dia?! Um pouco assustador, não?

Se você leu o nosso texto “Seu subconsciente conspira a seu favor”, você vai se lembrar do SAR (o “filtro” do subconsciente). Quantas são as coisas que passam diante de você, todos os dias, e você tem ignorado? Quanta informação negativa está registrada em sua mente, e para não se sentir fora do contexto, desconfortável, (população pessimista) você acaba inventando e aceitando?

Cuidado!


Tendo isto em mente, atente-se para aquilo que você diz, pensa e sente todos os dias, especialmente quando se referir aos seus sonhos. Livre-se de informações que limitem, negligenciem, impossibilitem seus sonhos. “Esta casa é cara demais.”, “Eu nunca vou ter um corpo desse”, “Este carro não é para mim”…

Use estes mecanismos a seu favor e potencialize sua capacidade de criação e atração!

DICA

Registrar e visualizar

Claramente, o cérebro tem bugs no sistema e, eventualmente, confunde a realidade com a invenção. Sendo assim, eu sugiro que você escreva de maneira clara e objetiva todos os seus sonhos (financeiro, carreira, saúde, pessoal, relacionamentos…). Lê-los e repeti-los pode ser útil, pois o cérebro entenderá aquilo como verdade. Uma vez determinado esta relevância, o SAR filtrará o assunto e te conduzirá até sua concretização. Trabalhe o consciente e o subconsciente ao mesmo tempo; e, claro: aja sempre!

Por um lado, se até informações palpáveis podem ser ignoradas pelo cérebro, imagine as informações que ainda estão somente na mente? Não negligencie! O cérebro pode ignorar suas visualizações com mais facilidade, por isso é importante repetir e repetir e repetir… Até que ele as aceite como verdadeiras e permita que o SAR trabalhe a seu favor. Consegue entender o processo? Por outro lado, se o cérebro cria fatos para sentir-se mais confortável, pode ser bastante interessante condicioná-lo a confortar-se com a situação que você quer ter/viver.


O “eu” como centro da minha vida

Nós temos uma tendência a olhar para fora, para os outros, buscamos referências externas, sejam elas sobre tempo, tamanho, intensidade ou o que for. Você pensa “quero riqueza”, e começa a procurar referências externas: “em quanto tempo as pessoas ficam ricas?”; “Quero emagrecer”. “Deixa eu ver quanto tempo leva para eliminar 5kg.”

Mas, e aí, quem está no controle? Você ou os outros? Na prática, são estas respostas que irão fazer as engrenagens da sua mente girar!

Estes experimentos nos mostram que, antes de captar informações externas, é preciso se atentar ao mundo interior. Você quer informações próprias ou dos outros? Se elas não são suas, de quem são? De pessoas positivas, prósperas, negativas ou pessimistas? Cuidado com o que você alimenta sua mente!

“Conheça-te a ti mesmo” Eis a importância do silêncio e da meditação. Quem é você? Quais são os seus valores, crenças e memórias? Quais são as informações que você está armazenando dentro de si? São perguntas que podem te ajudar a controlar melhor a autoconfiança, sem deixar que ela seja insegura, mas também sem permitir que seja exagerada. Em equilíbrio, você poderá atrair as coisas que realmente quer! Se sua mente estiver alimentada com falsas informações e ou estiver ignorando fatos que podem te ajudar a realizar seus sonhos, você estará usando toda a sua energia sobre uma esteira, isto é, sem sair do lugar, cada parte do cérebro estará remando em uma direção diferente. Por isso é tão difícil conseguir atrair algumas coisas, às vezes. Não há harmonia!

Considere dedicar um tempo para meditar. Não precisa ser em posição de lótus ou em silêncio absoluto, mas se aproxime do autocontrole, das respostas internas, do seu “eu” puro e verdadeiro, o seu “eu” sem aquelas referências externas, sem o “não pode, não deve, não queira!”. Respire fundo, aja lentamente, e concentre-se em si. Repita por, pelo menos, quatro semanas consecutivas e observe a mudança e todos os benefícios que o autoconhecimento lhe trará!

Gratidão e luz.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.