O que você precisa saber para alcançar o equilíbrio emocional…

Afinal, qual é o segredo para se alcançar o equilíbrio emocional? Quais comportamentos devemos ter para alcançá-lo? Esse texto nos traz dicas preciosas!

O equilíbrio emocional permite que encontremos a saída, sem nos desesperar, mesmo em situações em que ela não parece possível. Alcançar essa competência é dar um passo para uma vida mais leve, positiva e feliz.

Quem nunca cedeu ao momento e falou coisas sem pensar ou agiu impulsivamente? Posteriormente há a sensação de arrependimento e culpa. Contudo, se o equilíbrio emocional estiver forte o bastante, será possível superar adversidades e ser bem-sucedida em todas as relações.

Isso não significa que os problemas deixarão de aparecer, mas haverá alteração na forma como serão encarados e resolvidos. Para entender melhor o assunto e descobrir como desenvolver essa habilidade, continue a leitura!

O que é o equilíbrio emocional?

O equilíbrio emocional se refere à capacidade de lidarmos conscientemente com situações adversas, agindo com calma e ponderação, sem perder o controle de nossas próprias ações.

Diariamente, presenciamos eventos que não acontecem da maneira como queremos ou planejamos. No entanto, para superá-los, é necessário adotar uma postura que possibilite encontrar soluções concretas e não agravar os problemas.

Com as pressões a que somos submetidas na rotina, tendemos a nos afastar da própria identidade. Nem sempre conseguimos exercer com maestria as funções de “melhores funcionários”, “melhores pais e mães” e “melhores amigos” que a sociedade nos impõe.

Nesse contexto, é preciso compreender as próprias limitações e ocupar os papéis de acordo com elas. Somos incompletas, mas podemos assumir as rédeas de nossa trajetória, com menos estresse e mais autocontrole.

Ao alcançar a harmonia interna, a nossa qualidade de vida aumenta consideravelmente. Os relacionamentos ficam mais sólidos e a autoestima é fortalecida — isso porque conseguimos associar necessidades internas com as demandas externas.

O equilíbrio emocional possibilita caminharmos mais livremente, sem desgastes e frustrações. Ele nos ajuda a nos tornarmos pessoas melhores, mais centradas, reagindo melhor às mais diversas situações e atraindo coisas boas.


Como alcançar o equilíbrio emocional?

Após o entendimento sobre a importância do equilíbrio emocional para uma vida mais feliz, mostraremos as principais dicas de como colocá-lo em prática.

Leia-as atentamente e dê o primeiro passo. O resultado, certamente, compensará todo esforço empregado por meio de algo que não tem preço: a felicidade intrínseca daquelas pessoas que compreendem e sabem organizar as próprias emoções.


Mantenha-se acima de suas preocupações

Para tomar o controle de nossas vidas, devemos sempre nos manter acima de todas as preocupações. Isso porque a partir do instante em que nos colocamos menores que os problemas que temos de enfrentar, somos arrastados por eles.

Posicione-se como aquela que comanda a situação. No trabalho, por exemplo, não entregue os pontos com conformismo, dizendo que algo não tem solução. Quando a realidade parecer difícil, use a sua energia para encontrar soluções e não cavar medos.

Substitua o pensamento “é impossível mudar isso” para “se eu apresentar uma proposta e pedir o apoio de tal equipe, vou conseguir aumentar os meus resultados”. Há sempre um jeito para modificarmos o cenário em que nos encontramos. Vale a pena buscá-lo.


Acate as adversidades

Os acontecimentos não se curvam frente a nossa vontade — viver nem sempre é fácil. Da mesma forma em que há dias com conquistas e alegrias, também existem momentos de frustrações e perdas. Nestes, é necessário deixar algo ir, permitindo que os acontecimentos sigam o seu fluxo natural.

Assumir essa postura ajuda a manter um senso de realidade e preservar a mente mais calma. Assim, nos aproximamos do equilíbrio emocional.


Busque o autoconhecimento e autoconfiança

É necessário entender quem somos de verdade, o que nos move são as raízes que nos constituem. Para isso, liste as suas principais habilidades e as características em que é preciso investir esforço para aprimorar. Feedbacks de colegas de trabalho, familiares e amigos também ajudarão a construir esse quadro.

Ter a consciência de pontos fortes e fracos é fundamental para a autoconfiança. Todas as experiências que você viveu possibilitaram o seu crescimento e constituem a sua essência. Saiba valorizar as suas competências e usá-las ao seu favor.

Ao vivenciar uma situação que, particularmente, lhe desperte raiva — ou qualquer outro sentimento negativo —, procure entender o porquê de tal emoção, recorrendo a sua história. Com essa compreensão, será mais fácil agir com equilíbrio e canalizar os sentimentos ruins, para que sejam compreendidos e ressignificados. Desse modo, quando falar, será com calma e positividade.


Aprimore a sua capacidade de decisão

Assuma a responsabilidade de suas escolhas. É preciso ser o protagonista da própria vida, já que se houver omissão, a autoestima é fragmentada. Portanto, procure analisar o contexto e também o seu potencial de ação, para que qualquer atitude seja tomada com assertividade e equilíbrio.

Não tenha medo de arriscar. A estagnação, sem dúvidas, oferece muito mais prejuízo do que a iniciativa. Contudo, nada de precipitações e de se deixar dominar pelo calor das emoções.

Tanto na vida pessoal quanto na profissional, se as coisas começarem a dar errado, descubra a causa dos problemas. São elas que precisam ser mudadas. Após essa pequena reflexão, procure sair da zona de conforto e pensar em soluções eficazes que ataquem o foco da situação. Procure não camuflar o que é desagradável, mas enfrentá-lo.


Faça da sua mente a sua principal aliada

O estresse, o medo e as dúvidas prejudicam muito o equilíbrio emocional e, portanto, a capacidade de fazer da mente uma aliada. Para aprimorar a resiliência, expandindo o sucesso em situações adversas, faça algo por si mesmo.

A prática de atividades físicas e a meditação, por exemplo, são ótimas dicas para renovar ideias e aliviar a tensão. Com isso, em momentos de estresse, você estará apto(a) para se posicionar bem, naturalmente.

Não é tão difícil começar a desenvolver o equilíbrio emocional. É um processo lento, que envolve persistência e força de vontade. As mudanças são gradativas. Aos poucos, você perceberá como o temperamento explosivo dará lugar a uma vida mais leve e repleta de alegrias.

Com este post, queremos fazer um convite a você: experimente as recomendações que citamos para alcançar o equilíbrio emocional. Inclua-as ao seu dia a dia e perceba a influência delas na sua vida. Garantimos que vale a pena tentar!

E para possibilitar que os seus amigos e familiares façam o mesmo e aumentem a qualidade de vida, compartilhe este conteúdo em suas redes sociais!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: lenetstan / 123RF Imagens



Deixe seu comentário