O “querer” tem o poder de manifestar o seu desejo, o “precisar” tem o poder de bloqueá-lo. Leia e entenda!



Querer ou precisar?  Sacada importante!

Você pode se concentrar no seu desejo e se desligar ao mesmo tempo. O desejo pode ser riqueza, um carro novo, uma viagem, o amor de outra pessoa, uma promoção no trabalho ou qualquer outra coisa.

Você consegue fazer isso, quando você realmente entender uma diferença entre “querer” e “precisar”.

Eu disse “realmente” entender, pois eu não estou me referindo à diferença entre as palavras “querer” e “precisar”.

A verdadeira compreensão acontece quando você sabe como o “querer” e o “precisar” agem e o que significam para você.

O sentimento que manifesta grandes coisas em sua vida é o sentimento de “querer”.

O sentimento e o bloqueio como manifestações são o sentimento de “precisar”.

Mas, há uma linha muito tênue entre os dois e você deve certificar-se de nunca a cruzar.

Algumas pessoas se concentram em seu desejo com sentimento de “precisar”. Elas não podem se tornar o que querem.

Elas fazem com que sua felicidade dependa disso, ou seja, só será feliz, se isso ocorrer, do contrário, só experimentam o sentimento de frustração e ingratidão.

Essa é a mentalidade de “precisar”. Essa mentalidade bloqueia as manifestações.  Uma mentalidade de “precisar” é uma mentalidade de “escassez, de falta, de limitação”.

Sendo assim, ela manifesta falta e escassez.

O sentimento que manifesta grandes coisas, como mágica, é o sentimento de “querer, de ser grato, de ser feliz”.



O sentimento de “querer já se sentindo grato” é o que rege as manifestações no universo. O pensamento adequado é o seguinte: “eu estou muito feliz e grato por tudo o que possuo na minha vida, eu sou feliz, independente disto!”

Sentiu a diferença?

Visualize seu desejo com alegria, como se ele já o tivesse manifestado. E nunca aja como quem não consegue o que quer. Você ficará infeliz, e infelicidade atrai mais infelicidade, além de trazer um sentimento de impotência.

Isso é o que significa “desapegar”.

Desapegar não é perder a feição, desapegar significa que você não está “carente”, que você quer, almeja alguma coisa, mas como um bônus para uma vida já feliz e grata! 

Sobre a questão de ter um relacionamento afetivo, você é atraído por uma pessoa carente e que precisa de você ou é uma pessoa feliz, alto astral, realizada que o atrai?

Você já sabe, você já tem a resposta.

Outras pessoas e o universo agem da mesma forma sobre a realização dos seus desejos.

Pense sobre os sentimentos de “querer como um bônus, sentindo-se grato”, e “precisar”, para que você possa distingui-los. Essa é uma sacada importante!


Direitos autorais da imagem de capa: Reyna Meinhardt on Unsplash.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.