4min. de leitura

O respeito ao outro é a forma mais elevada de amor!

A princípio, devemos ter em mente que todas as pessoas devem respeitar umas às outras.

Devemos respeitar os direitos dos outros, a privacidade, segurança, paz de espírito e harmonia. Se surgirem diferenças, elas devem ser tratadas com mútuo respeito.


Quanto mais evoluído espiritualmente você for, mais respeitará os altos e baixos níveis sociais, considerando-os como iguais pela sua própria percepção espiritualizada da igualdade fundamental, da igualdade de todos os seres.

O respeito e o amor divino caminham juntos. O amor verdadeiro é altamente respeitoso com o ser amado.

Quando há respeito entre duas pessoas, com frequência, isso as leva às formas mais elevadas de amor.

O amor incondicional é divino, a base dos ensinamentos de Jesus e toda a espiritualidade maior.


Quando desenvolvemos amor incondicional, não julgamos o nosso próximo, não guardamos sentimentos de baixo padrão vibratório, mas tão somente o perdão se faz presente, dominante em nossos corações. Há humildade verdadeira em admitir que não somos perfeitos, erramos também.

A tolerância passa a caminhar conosco como companheira e fiel supervisora da sabedoria divina, para a nossa própria evolução.

Quando nos sentimos inspirados, seja para qual tarefa for que tenhamos que realizar, e a fazemos abastecidos de sentimentos nobres e elevados, temos a certeza de caminhar com o Deus de nossos corações. O Deus que está em você e o Deus que está dentro do seu próximo, nos animais, nas pedras, no vento, proporciona uma comunicação perfeita entre os pares, basta estar receptivo.

Uma organização divina está à sua disposição, sempre enviando agentes missionários, através de familiares, vizinhos, colegas de trabalho, de escola, desconhecidos, amigos e até mesmo aqueles que se dizem seus inimigos e nem imaginam a grandeza dos mistérios que vêm de Deus.


Para aprendermos e exercermos o perdão é preciso que sejamos magoados; para a humildade, que sejamos testados onde mais nos dói (o calcanhar de Aquiles de cada um), e a tolerância, quando somos alvos da incompreensão de nosso próximo, quando este se esforça em nos desestabilizar sem consciência. Saber que tudo que vem de Deus é para nossa própria evolução e crescimento na espiritualidade, da qual todos fazemos parte, como se fossemos todos funcionários da mesma empresa.

Libertar-se das vibrações danosas de sentimentos negativos deve ser um exercício diário, como uma ginástica laboral (aquela que muitas empresas utilizam, antes do início de uma jornada de trabalho).

Que o respeito e o amor divino vos guiem no caminho da evolução.

Como reflexão, deixo uma frase (ou chave de transformação) para cada leitor.

“O conhecimento de que tudo é bom libertou-me de todo o mal.”

Que vossos corações se encham de paz, amor incondicional e muita sabedoria.

Sejam felizes!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: sifotography / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.