6min. de leitura

O sabor agridoce da vida…

Quero iniciar esse texto relembrando um termo que é bem conhecido e que tem a ver com a diferença entre o sal e o açúcar em nossas vidas – o sabor agridoce.

Agridoce diz respeito a um tempero peculiar que não é doce, nem amargo, mas equivale a uma junção dos dois, sendo simultaneamente ácido e doce. Deste modo, tem-se aí um teor especial, contendo dois opostos e fazendo com que algo fique nem doce, nem amargo, mas… um doce com gostinho amargo, ou ainda, um sabor amargo com gostinho doce.


Mesmo sabendo que o termo agridoce é bastante comum no universo da culinária, quero utilizá-lo no sentido figurado, para referir-me a algo que é agradável e desagradável simultaneamente, ou seja, a algo que mistura, ao mesmo tempo, o prazer e a amargura, a alegria e a tristeza, o conforto e o incômodo, o sabor e o dissabor.

Pegue a magia realizada na culinária e combine os ingredientes de sua vida, tal qual a arte de misturar vários componentes em um único prato, com vistas a agradar o seu paladar.

Certamente você obterá resultados inusitados e até mesmo surpreendentes, equilibrando a fortidão dos sabores mais acentuados com a sutileza dos sabores doces.


Mas, você pode questionar: como fazer esta combinação contrastante em um único evento na sua vida, sem que isso lhe pareça absurdamente estranho? E eu lhe respondo: é simples! O segredo é conseguir equilibrar a quantidade de cada “ingrediente”, de modo que os sabores sejam complementares e na medida certa, gerando sensações agradáveis e prazerosas.

Este é o cuidado que você precisa ter. Caso você adicione muito açúcar, certamente seu prato ficará doce demais, melado demais e, consequentemente, enjoativo. E, como tudo o que é enjoativo, descartamos logo. Caso você se perca na quantidade de sal ou de iguarias cítricas, você deixará seu prato forte e picante demais, não proporcionando nenhum tipo de prazer ao ser saboreado.

Repetindo: lembre-se constantemente de que o  segredo do sabor, assim como de tudo na vida, é o equilíbrio.

Saiba também que o sabor cítrico acrescenta um azedinho ao prato, que vai além do simples “doce ou salgado”, conferindo um toque mais do que especial à sua iguaria, satisfazendo até o mais exigente dos degustadores.


Os pratos agridoces são muito comuns na culinária asiática, provavelmente devido ao pensamento característico da cultura ocidental e que diz respeito ao princípio do Yin e do Yan – os contrários que se complementam – fazendo com que a união das mais diferentes iguarias se tornasse uma combinação realmente deliciosa.

Siga este exemplo, utilize a sua criatividade e crie a sua combinação, equilibrando a variedade e o uso dos ingredientes, aproveitando para encontrar a inspiração necessária para acrescentar, na sua vida, todos os sabores possíveis.

Dependendo da maneira como “prepara” e conduz a sua vida e as suas escolhas, você será capaz de perceber a doçura de tudo o que lhe acontece – como que encobertada, escondida e disfarçada,  em meio à acidez que porventura seja preponderante em alguns momentos.

Naturalmente, as pessoas são diferentes e, deste modo, pratos mesclados de sabores podem não agradar a todos. Se você for do tipo que prefere o doce e o salgado totalmente separados, não tem problema algum. Apenas fica a dica: a mistura agridoce, além de exótica, serve ao propósito de suavizar o gosto forte do doce e do salgado, sendo capaz de harmonizar os ingredientes contraditórios.

Da mesma forma, precisamos constantemente promover esta harmonia em nossa vida pois nem tudo é 100% felicidade, e nem 100% tristeza.

Saber gerenciar as angústias da “fase amarga” é um verdadeiro desafio para todos aqueles que conseguem enfrentar os fatos, não contentando-se com nada menos do que o melhor e sabendo que é importante revitalizar suas vivências e suas experiências.

Da mesma forma, é necessário saber gerir a “fase doce”, de modo a não ceder a quaisquer possibilidades de acomodação, uma vez que esta situação pode trazer a ilusão da agradável zona de conforto, fazendo com que você esqueça que a única constante que existe, de fato, é a mudança.

Tornar-se capaz de gerir as dualidades em sua vida, por meio da combinação equilibrada do sabor agridoce dos acontecimentos, requer o comprometimento  individual de não render-se às dificuldades mas, pelo contrário, de ousar desafiar suas próprias habilidades e competências internas, até o ponto em que você se percebe autor de uma obra da qual se orgulhe.

Esta combinação harmônica, traduzida pelo equilíbrio, é capaz de promover a constância necessária ao sucesso de empreender esta aventura exótica de viver a vida, experimentando tudo o que ela é capaz de oferecer e que lhe faz bem. 

Doce e amargo: misture os contrários e encontre sabores novos e únicos. Faça esta combinação e explore ao máximo os diversos e surpreendentes gostos, teores, tons e cores, colocando-os deliberadamente em sua vida. Afinal, cada uma das coisa que nos acontece, às vezes pode ser salgada; às vezes pode ser doce; mas na maioria das vezes, é agridoce!

______________

Direitos autorais da imagem de capa: goodluz / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.