3min. de leitura

O segredo por trás da indiferença

A gente cresce, viramos adultos, mas sempre teremos alguns comportamentos infantis, de bebês que choram ao ver que a mãe não está por perto. Somos carentes de atenção. Que atire a primeira pedra aquele ou aquela que nunca foi vítima da indiferença!



Todo mundo tem um amigo que na época das eleições prefere votar nulo, são aqueles que se calam ao ouvir falar de política. Os indiferentes estão no canto da sala, sempre observando. Têm opinião sobre qualquer tipo de assunto, mas preferem se resguardar a fim de se proteger evitando qualquer tipo de transtorno.

Aos olhos da sociedade, o indivíduo indiferente parece apático e vazio contra toda e qualquer situação. O mundo pode pegar fogo, ele simplesmente ignora, não toma nenhuma atitude, finge que não vê.

A indiferença se parece muito com um caramujo que anda sempre com uma concha para se proteger dos predadores, é sensível, frágil e mole.


A indiferença é um disfarce. Na verdade, quem pratica a indiferença é uma vítima da própria indiferença. Faz isso por vingança ou punição, é um jogo que ambas as partes acabam se ferindo, todos saem perdendo.

Quando tratamos as pessoas com indiferença, no fundo, tentamos chamar a atenção

Pessoas indiferentes são, na maioria, das vezes pessoas feridas retraídas e isoladas O que aconteceu na infância dessas pessoas os endureceu na fase adulta

Para encontrar a cura é preciso aprender a perdoar e também a superar traumas da infância, agindo sempre de forma madura, sem pagar indiferença com indiferença.


Coloque-se sempre no lugar do outro, faça uma lista, descubra o porquê aquela pessoa está agindo com indiferença, aja com sabedoria e cautela, sem invadir o espaço do outro, mas também sem deixar o outro mergulhar na própria indiferença e exclusão.

Não escolha a indiferença como castigo, e quando alguém for demasiadamente indiferente, não force, dê para aquela pessoa o tempo que ela precisa. Esqueça a situação que envolve indiferença fazendo coisas prazerosas. Relaxe assistindo a um bom filme, pratique ioga, meditação, viva a vida mais leve e importe-se menos com coisas desnecessárias. Procure dar tempo ao tempo, ande com pessoas que realmente o valorizem

Desacelere! Mantenha-se ocupado trabalhando naquilo que você ama de verdade.


Direitos autorais da imagem de capa: Kaylee Garrett/Unsplash.

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.