“O seu próximo amor não tem culpa do que você passou”

As letras das músicas, por mais simples que sejam, são um instrumento incrível para reflexão. Nesta última semana, não consegui tirar da cabeça o refrão do novo single lançado pelo Alok em parceria com Luan Santana que diz o seguinte: 

”O seu próximo amor não tem culpado que você passou”. A música é um conselho de um ex-namorado para a mulher que ele amou um dia.

Depois de cantarolar repetidas vezes, aquela estrofe cada vez fazia mais sentido para mim. Na vida, vamos nos moldando a partir das nossas experiências, dores e alegrias. As vivências amorosas normalmente trazem prazeres imensos, porém o sofrimento pode machucar muito quando a relação termina. Nesse momento, a gente se fecha para novas pessoas, pois acredita que nunca vai encontrar alguém legal. Até que chega uma hora que baixamos a guarda e uma nova história acontece.

É preciso continuar a tentar. Esteja com o coração tranquilo e recuperado para um novo amor.

Realmente é difícil levar só a parte boa dos relacionamentos no peito e não deixar que as recordações ruins influenciem as nossas futuras decisões, mas sempre lembre que o seu novo namorado não tem culpa de tudo aquilo que não deu certo com você no passado.

Ele não consegue ler os seus pensamentos para adivinhar os seus desejos e não tem acesso à sua enorme lista de medos e de frustrações. Ele, infelizmente, não sabe quais são as suas angústias e nem ao menos quais são as suas expectativas (e elas não são poucas). É preciso compartilhar e ouvir o parceiro. Faça aos poucos, com calma e muito respeito.

Esforce-se ao máximo para não fazer comparações! O nosso cérebro tem o péssimo hábito deixar as memórias boas mais fortes e as ruins mais fracas com o passar do tempo, então as comparações podem ser desastrosas.

Esteja ali de corpo e alma. Experimente se colocar no lugar do outro, demonstre o quanto a pessoa é importante para você. Surpreenda em momentos inesperados! Comemore sempre a felicidade da paixão. Beije, namore, viaje e tire milhares de fotografias para registrar todos os detalhes de um amor tranquilo e completo.

Claro, como é fácil dar conselhos para os outros! Só a gente sabe a dificuldade que é para colocar em prática todas as recomendações que lemos por aí quando estamos na correria do dia a dia, vivendo em um turbilhão de sentimentos que parecem brotar a cada minuto.

A vida é assim, mas precisamos tentar. Como já dizia o verso do memorável Caetano Veloso: “Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é”. Só quem vive vai rir e vai chorar, errar e acertar muitas outras vezes.

Então, permita-se e  lembre-se todos os dias de que o seu próximo amor não tem culpa do que você passou!


Direitos autorais da imagem de capa: Christoph Rücker on Unsplash



Deixe seu comentário