O silêncio dela pode ser pior que qualquer barulho!

”O silêncio dela pode ser pior que qualquer barulho, qualquer ataque de loucura e você sabe. Não é fácil olhar para ela e saber que é a mulher da sua vida hoje e que poderia ser amanhã se você não fosse tão babaca em ter deixado-a escapar.”



Todo esse tempo foi fácil enxergar que ela era louca, ciumenta, descontrolada, gostava de chorar por tudo e fazia sempre um drama quando se sentia ameaçada. Sempre foi mais fácil colocá-la contra parede e mostrar que ela errou, que não era tão boa assim, nem tão importante. Não pra você. Foi fácil falar mal dela para todos a sua volta mostrando a sua fraqueza, dizendo o quanto é chata e pega no seu pé, o quanto te liga diversas vezes e você não atende porque está sendo pegajosa demais.

Muito mais fácil dizer à ela que não pode, que não deve, que não é capaz enquanto você pode tudo e não só é capaz como faz tudo aquilo que você quer. E quando ela vai te diz algo já está falando demais. Sempre foi muito fácil taxá-la assim. Afinal, você precisou ser superior.

O que nunca foi fácil foi assumir para você, para seus amigos babacas e para ela que é a única que estaria contigo até o final. Nem enxergar que todo cuidado que tem com você é para o seu bem e que não haverá outra com tanta paciência para aguentar sua mente e sua personalidade.


O silêncio dela pode ser pior que qualquer barulho, qualquer ataque de loucura e você sabe. Não é fácil olhar para ela e saber que é a mulher da sua vida hoje e que poderia ser amanhã se você não fosse tão babaca em ter deixado-a escapar.

Todo esse tempo foi muito mais fácil deixá-la como a louca, criança, mimada. Quando na verdade ela só estava tentando ser forte, paciente e calma o tempo inteiro. Talvez não seja tão louca assim, nem tão descontrolada. Ela só tenta e isso você não enxergou que tentou, que enlouqueceu de tentar e não conseguiu, que perdeu a paciência e o controle por procurar forças dentro dela e não achar mais.

Mas ela pode dizer que foi do céu ao inferno por você, que tentou de todas as formas, que foi calma, foi chata, foi extremista demais mas não desistiu. Ela já disse coisas que não deveria e, compensação, disse muitas coisas que ajudaram. Estava sempre disposta para você, em ajudar, ouvir, ser aquele ombro amigo para todas as horas.


Ela brigou muito, falou demais só que hoje prefere o silêncio. Não existiu tempo ruim para ela, não existiu chuva nem sol que a impediu de tentar só que agora ela prefere o seu próprio canto. Ela perdoou e passou por cima dos seus próprios limites para não desistir, tudo para você enxergá-la ao ponto de mudar, mas hoje, ela sabe que a única pessoa que pode mudar é ela mesma.

Olha, ela nem te culpa e nem te julga pelo o que aconteceu. Aprendeu a viver sabendo que errar é humano, que somos todos diferentes, que dentro de um relacionamento nem sempre tudo permanece igual. As pessoas mudam, inclusive, ela mudou muito e você deve ter notado também.

Todos os cacos perdidos pelo chão que ela tentou consertar e, quando conseguia mais ou menos deixar parecido como era antes, tudo caia novamente. Hoje ela sabe que vidro que caiu no chão não se pega para tentar colar. Jogamos fora de uma vez. No amor não é diferente.

A verdade é que ela sou eu. E tudo que ela/eu deseja hoje é a paz de um lugar tranquilo, um pouco mais de calma para continuar enfrentando os tropeços da vida e tranquilidade para superá-los. Eu sei quando devo ir embora de algum lugar, quando é necessário desistir, parar, abandonar seja lá qual for a situação. Eu aprendi que nem todos permanecem para sempre… Namorados, então…

Todos os dias eu penso um pouco no que vivemos. Deve ser um jeito de sentir saudade do que já não volta mais, de me despedir dos planos que não vão mais acontecer e tentando entender mais uma vez a loucura do amor e as voltas que ele pode dar dentro de nós.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.