O sofrimento é um ensinamento fundamental para nossa evolução

5min. de leitura

É essencial que entendamos que o real sentido da vida é a evolução.

Nascemos tão indefesos que precisamos de todos os tipos de cuidados para sobrevivermos. Recebemos, daqueles que cuidam de nós, os suprimentos necessários ao nosso desenvolvimento. Esses suprimentos são tanto físicos quanto imateriais, pois o nosso lar nos ensina com palavras, exemplos e gestos. Assim, tal como ocorre com os alimentos que devem ser ricos em nutrientes e adequados às nossas necessidades, os ensinamentos que recebemos também precisam conter essa riqueza e adequação para a nossa formação.



À medida que nos tornamos independentes, passamos a selecionar os nossos suprimentos seguindo, ainda, o que observamos na infância, mas chega um momento que devemos deixar a velha criança de lado e nos responsabilizar pelas nossas escolhas.

É essencial que entendamos que o real sentido da vida é a evolução. Às vezes, passamos por tantas tormentas que chegamos a pensar que a vida é cruel demais. Alguns momentos são tão dolorosos que chegamos até a questionar a nossa fé, mas pare por um instante e reflita: todo sofrimento é necessário para o nosso amadurecimento, pois, se crescer dói, rejeitar o crescimento dói ainda mais.

É através do sofrimento que entramos em contato com os nossos sentimentos mais profundos e passamos a nos conectar uns com os outros, pois ao sentirmos dor aprendemos a ter compaixão e nos solidarizamos com a dor do outro.


É dessa forma que despertamos o amor que também habita dentro de nós, que nos faz resistir às quedas e nos permite seguir em nosso caminho de autoconhecimento e evolução.

Se o sofrimento é inerente à nossa existência, aquilo que decidimos fazer com ele é uma escolha individual e intransferível.

Nossa vida é como um rio que, por vezes corre tranquilo, outras vezes mais agitado. Há momentos que ele transborda, mas também existem os períodos de seca, por isso precisamos ter sabedoria para lidar com todos esses momentos.

Muitas vezes deixamos nos levar pela correnteza e comumente nos queixamos dos rumos que as coisas vão tomando. É necessário remar contra esse fluxo que nos leva para onde não desejamos. Não devemos seguir as tendências, repetir os mesmos discursos ultrapassados e aceitar tudo como acaso ou destino. Devemos lutar contra nossa velha criança interior, mostrar-lhe que crescer é maravilhoso, que é nossa missão sermos melhores a cada dia, que não devemos ter medos e nos acomodar, ao contrário disso, devemos lutar quantas vezes forem necessárias para nos tornarmos  quem realmente queremos ser.


Logo, devemos compreender que tudo que precisamos está dentro de nós e é graças às dores vivenciadas que conquistamos o equilíbrio em nossas vidas, pois se conseguimos superar as adversidades é porque aprendemos valiosas lições e assim estaremos mais preparados para lidar com as situações futuras. É como se ganhássemos habilidades que nos permitem atrair as pessoas certas, os negócios adequados, as mudanças profissionais e o amor verdadeiro.

Agradeça tudo que passou e creia que está em suas mãos usar todos os acontecimentos a seu favor. Emita os sinais de equilíbrio e compreensão, esteja pronto para mostrar ao Universo as lições aprendidas.

É assim que nossa criança interior passa a sorrir de novo, pois tudo nos é apresentado como uma forma de aprendizado, porém, somente quando conseguirmos entender o que cada experiência de sofrimento significa para a nossa evolução, conseguiremos corrigir nossas velas a fim de avançarmos rumo a um porto seguro.

______________

Direitos autorais da imagem de capa:kklublub / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.