7min. de leitura

O tratamento do silêncio é mais perigoso do que você pensa

O tratamento do silêncio é um método de punição psicológica, que consiste em ignorar e excluir alguém durante um período de tempo. É uma forma passivo-agressiva de manipulação que transmite desprezo, sempre com o intuito de controle.


Todos já aplicamos esse tratamento pelo menos alguma vez na vida, mesmo de forma inconsciente.

Todos os tipos de relacionamentos, familiares, românticos, profissionais e até mesmo com estranhos podem sofrer com o tratamento do silêncio. No entanto, não é algo que devemos ter a intenção de praticar, porque é uma forma de tratamento imaturo, cruel e emocionalmente prejudicial.

Ao contrário do que muitos podem pensar, o ato de ignorar alguém não denota amor, muito pelo contrário, pode ser considerado um tipo de abuso. Existem abusos que nos ferem além do corpo físico, que danificando nossas almas, o desprezo é um desses.


Algumas pessoas levam o tratamento silencioso muito a sério. Está certo que muitas vezes as pessoas nos magoam e merecem alguma forma de lição, mas isso pode ser cruel demais.

Há também aqueles que empregam esse comportamento, sem nenhuma razão aparente, e a verdade é que não somos obrigados a tolerar esse tipo de toxicidade ao nosso redor. Essas maldades ficam em nosso coração, não é algo que podemos superar ou esquecer facilmente.

Abaixo estão algumas razões que levam as pessoas a adotarem o tratamento do silêncio:

1. Elas nos culpam por um problema que é verdadeiramente delas

Algumas pessoas tendem a nos culpar por coisas que são de sua própria responsabilidade, para se sentirem melhor consigo mesmas, e nos ignoram até que o problema desapareça ou se resolva.


Elas usam essa tática para evitarem lidar com alguma situação desconfortável na qual estão envolvidas ou pela qual são responsáveis. De qualquer maneira, é uma atitude contraditória, porque evitando lidar com uma situação ruim, acabam criando mais uma situação ruim para resolver, aumentando o drama e criando tensão onde não deveria existir.


2. Elas só querem nos machucar

Às vezes, essas pessoas estão apenas tentando nos ferir, sem motivo aparente, porque não se importam com nossos sentimentos e não nos respeitam. Exercendo o tratamento do silêncio, elas sentem que possuem controle sobre nós.


3. Elas acreditam que é a coisa certa a fazer

Algumas pessoas nos ignoram acreditando que isso nos fará bem e nos ensinará alguma lição importante, sem perceber o quanto nos machucam. Talvez eles precisem de espaço ou estejam tentando evitando um confronto, sem perceber que estão seguindo um caminho errado.

É claro que nem todas as pessoas que optam pelo tratamento do silêncio são tóxicas e más. Cada um leva uma vida única e lida com seus problemas de uma maneira pessoal. Não é fácil encontrar a melhor maneira de lidar com cada situação particular de nossas vidas.

No entanto, independentemente do motivo, ignorar alguém pode ter sérias consequências.


Abaixo estão 5 consequências negativas do tratamento do silêncio para nossas vidas  

  • Trauma emocional, estresse, condições como depressão, raiva e frustração, e sentimentos de traição, inquietação, isolamento e rejeição.
  • Estresse psicológico, por conta do objetivo principal de manipulação, cria uma montanha-russa emocional, que destrói nosso senso de amor-próprio e autoestima. Também aumenta os níveis de estresse geral, o que pode levar a mais sentimentos negativos como luto e abandono, sob os quais a vítima não tem controle. Os efeitos psicológicos se agravam conforme o tempo de abuso.
  • Efeitos colaterais físicos. Quando uma pessoa recebe o tratamento do silêncio, o córtex cingulado anterior do cérebro é ativado. Isso significa que, quando somos ignorados, o cérebro diz que estamos com dor física. Alguns sintomas são dores de cabeça, dores de estômago, insônia, ansiedade e fadiga.
  • Mudanças comportamentais. Ser ignorado pode fazer com que você se comporte de maneiras incomuns, por exemplo, questionando a si mesmo e as pessoas ao seu redor e duvidando de suas habilidades em situações em que costumava ter confiança.
  • Pode destruir relacionamentos. A comunicação entre as duas pessoas, o praticante do tratamento do silêncio e sua “vítima”, pode ser prejudicada ou totalmente cortada, o que causa afastamento. Cada parceiro pode sentir que o problema está no outro, e assim ninguém toma uma atitude para salvar o relacionamento.

Como lidar quando somos vítimas desse tratamento?

O primeiro passo é encarar a situação com sabedoria e calma. Esqueça a raiva ou o ego, e procure a outra pessoa para ter uma conversa adulta. Não vale a pena conservar o silêncio nessas situações.

Se você for a “vítima”, tente descobrir o que está errado, não retribua o tratamento que está recebendo. Se um ou ambos precisarem de espaço, resolvam juntos isso. Quebrem o problema da falta de comunicação e estabeleçam compreensão mútua e paciência.

Seja como for, você deve resolver a situação. Ignorar um problema nunca é a solução e as pessoas não deixam de existir só porque decidimos ignorá-las. Aja com sabedoria e maturidade para resolver seus problemas.







Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.