4min. de leitura

O TRISTE HÁBITO DE FALAR MAL DOS OUTROS…

Falar mal dos outros é um hábito infeliz, que vem se banalizando. Acontece todo o dia, a troco de nada. Hoje, com as redes sociais, cada pessoa pode se tornar alvo da maldade dos outros, exposta a alguém que posta o que quiser a seu respeito sem que ela possa se defender. Pode ser uma fotografia, um comentário ou um vídeo. E pior: pode ser mentira.



São cada vez mais aqueles que criticam o que os outros têm ou não têm, o que fizeram ou não fizeram, seus sucessos ou fracassos. Para justificar as críticas começam dizendo “gosto muito dela (ou dele), mas…”, e pouco depois fica claro que aquele de quem disseram tanto gostar, se transforma em alguém que, afinal, não suportam.

OTRISTEHÁBITO03

Pessoas que cultivam a maledicência possuem certas características que as tornam temidas (mas não respeitadas):


— são perigosas porque não têm escrúpulos: não se importam se o que estão dizendo é verdade ou não;

— não são leais: falam mal de qualquer pessoa, inclusive daqueles que consideram amigos;

— acham que têm sempre razão: distorcem a realidade e só veem o lado que lhes interessa;


— são sádicas: quanto mais doloroso ou humilhante for o que têm para dizer sobre o outro, mais prazer sentem ao repetir e compartilhar;

— não têm amigos: fazem alianças em prol dos seus benefícios e ganhos.

Falar mal dos outros não é um hábito que tenha a ver com a origem social. Revela falta de educação e uma grande falha de caráter. É um comportamento típico de pessoas invejosas.

Há algumas décadas a moral tinha um peso maior na educação e determinava com mais clareza os comportamentos corretos e socialmente aceitos. Uma pessoa educada não criticava ou comentava aspectos da vida dos outros. Esse comportamento, além de ser muito elegante, era — e continua sendo — um comportamento do Bem.

Diz-se que o mundo vai mal e o ser humano está piorando, mas bastaria que cada um de nós cultivasse um pequeno gesto para tudo começar a mudar. As grandes mudanças sempre começam com pequenos passos. Deixar de falar mal dos outros, evitar replicar e compartilhar o que é mau é uma atitude muito simples, mas com grande impacto ao nosso redor.

OTRISTEHABITO04

Ninguém é obrigado a gostar de todos ou de todas as coisas — aliás, isso nem seria possível. Mas fazer opções de vida não significa ser grosseiro — e mau — com os outros, falando mal deles. A vida é cheia de voltas e reviravoltas e aquilo que se faz aos outros um dia retorna: é inevitável.

A grande verdade é que vemos e julgamos o mundo pelos nossos olhos, por aquilo que somos e espreita dentro de nós. Por isso, falar mal dos outros sempre revela muito mais de quem fala do que de quem está sendo falado.

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.