Autoconhecimento

O único caminho é o interior

light 3

Quando você não reconhece todo o seu potencial, você não permite ao Universo que ele lhe dê seus talentos divinos. Sua alma anseia por usar todo o seu potencial, e só você pode criar condições para que isso aconteça.



Ou você escolhe abrir o coração e incorporar todo o seu ser, ou continua a viver com a ilusão de quem você é hoje. E o perdão é o passo mais importante na trilha do amor-próprio. Devemos nos ver com a inocência das crianças e aceitar nossas falhas e dúvidas com amor e compaixão. Precisamos deixar de lado os julgamentos severos e entrar em acordo com os erros que cometemos.

Temos de saber que somos dignos de perdão e que esse dom divino nos ensina que errar faz parte do ser humano. O perdão vem do coração, não do ego, e é uma escolha. A qualquer momento, podemos renunciar aos nossos ressentimentos e juízos e perdoar a nós e aos outros. Ao recuperar nossas projeções e encontrar nossos benefícios, tornamo-nos capazes de ter piedade por nós mesmos, e fica natural ter compaixão por quem guardávamos ressentimento.

Quando percebemos em nós aquilo que odiávamos nos outros, podemos assumir a responsabilidade pelo que existe entre nós e eles.


Talvez todas as coisas terríveis, no fundo, sejam algo que necessita do nosso amor. O amor que não inclui a aceitação total de você mesmo é incompleto. As pessoas são educadas para procurar o amor de que precisam fora de si mesmas.

Mas, quando deixamos de ter a necessidade de amor do mundo exterior, o único caminho para nos consolar é nos voltarmos para dentro, a fim de encontrar aquilo pelo qual lutamos para conseguir de outros e dá-lo a nós mesmos. Todos nós merecemos isso. Devemos deixar que o Universo interior, nossa mãe e nosso pai divinos, nos ame e nos acalente.

José Batista de Carvalho – Via: Universo Natural


12 maneiras de jogar energia fora

Artigo Anterior

A impressionante escadaria de uma ilha espanhola em cima das rochas

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.