publicidade

Onde está seu pensamento? no passado, no presente ou no futuro?

Por mais estranho que possa parecer, nóstemos deixado de viver no presente. Saudosistas do passado e pré ocupados planejando o amanhã permitimos que nossa mente mantenha seu foco intercalando entre o ontem e o depois de amanhã. Em outras palavras, vivemos com nosso olhar no que já se foi, presos ao que aconteceu e assoberbados diante de tudo o que precisa ser feito, ficamos atordoados ao ponto de não conseguir focar em apenas uma coisa de cada vez.



O tempo em nossa mente é diferente do tempo que vivemos aqui. Em nossos pensamentos plantamos uma árvore e em poucos segundos a vemos crescer e gerar frutos deliciosos que já podemos provar. Aqui na Terra não funciona assim. Quanto tempo é necessário para que a semente que plantamos germine, cresça e dê o mesmo fruto? Anos até. Com esse exemplo é possível perceber o quanto ao preponderar a nossa mente sobre tudo mais, estamos atropelando, queimando etapas com o que acontece ao nosso redor. Queremos o mesmo tempo da mente implementado na Terra. Não dá. Não tem como… São dois tempos incompatíveis, se sobrepostos um em cima do outro.

Agora, uma coisa é fato: nossa mente nos ajuda a planejar, nos organizar, criar a nossa realidade, dar foco a curto, médio e longo prazo. O que não podemos é viver esse estado exclusivamente, somente no mundo das ideias, conjecturações, possibilidades, dos sonhos, do amanhã, na teoria… É preciso executar algo no agora, como por exemplo: plantar a semente da árvore do fruto ao qual quero saborear mais em frente.

Estar no presente não é fácil, principalmente para aquele (a) que foi engolido pelos seus afazeres e responsabilidades. Quanto mais coisas nós temos a fazer, maior o risco de vivermos no futuro.


E onde isso pode nos atrapalhar? Em tudo!

Quem não está no presente não está prestando atenção no que acontece ao seu redor, seja no trabalho (com colegas, com subalternos, em oportunidades), seja na vida pessoal (com o cônjuge, com familiares, com filhos, com amigos). O olhar acelerado é um dos “sintomas” de quem vive no futuro, sem falar da ansiedade constante que pode se refletir em mudanças nos hábitos alimentares; na insônianão aceitação do jeito que as pessoas são e como acontecem os fatos ao seu redor; a centralização em si de responsabilidades que podem sim ser compartilhadas; problemas nos relacionamentos; entre outros, fazem parte do dia a dia daquele que não vice no agora.

Exercícios de meditação e atividades físicas são bons aliados que permitem dar vazão a hiperatividade mental.  Mas, de nada irá adiantar se você quiser se manter nesse ritmo acelerado. Você até poderá melhorar, mas será preciso trazer seu foco a cada instante da sua vida para o presente. Assim, como ao aprender a andar de carro, temos que pensar muito até automatizar todos os movimentos, nós precisamos reeducar a nossa mente para que ela deixe o futuro e o passado nos seus devidos lugares. Dessa forma, será preciso se corrigir a cada momento em que ela sair do momento presente, e, a cada vez que for fazendo isso, esse novo padrão de ver o mundo se fixará cada vez mais, resultando em uma qualidade incrível em sua vida como um todo. Pense nisso e viva alegremente tudo o que seu dia tem a lhe oferecer no agora e com as pessoas que estiverem junto a você. Volte seus olhos para a simplicidade de cada momento e seja feliz.

 


por: Aline Elisângela Schulz é Terapeuta Holística com Formação em Psicoterapia Reencarnacionista, Radiestesia, Fitoenergética, Mestre Reiki, Mestre Karuna Reiki, Mestre Seichim e Cosmobiologia (Astrologia). É graduada em Licenciatura e Bacharel em Educação

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.