6min. de leitura

A ordem é focar nos seus pontos fortes!

Enalteça seus pontos fortes e sinta-se bela!

Ontem uma pessoa muito especial me mandou uma mensagem e me pediu que escrevesse algo paras as mulheres que não estão satisfeitas com seu próprio corpo, que estão infelizes e com a auto estima destruída, que não se aceitam….


Comecei a pensar no assunto… Comecei por mim mesma… Fiquei vendo o que não acho bonito no meu corpo, tentando entender os traços da minha aparência que me incomodam mas foi tarefa difícil, não, não sou linda, não estou dentro de nenhum padrão de beleza, com meus míseros 1,54m, não tenho a simetria que define beleza, nem tampouco tenho o corpo esbelto da Gisele Bundchen, menos ainda estou perto das competidoras fitness e nem de longe tenho a carinha de boneca das blogueiras mais famosas, não acordo com a beleza destas atrizes. Ah, e infelizmente não nasci com a boca da Angelina Jolie.

Mas ainda assim enquanto me analisava pensando em algo em que escrever para aquela pessoa tão especial, eu me via tão linda na minha pouca altura, tão perfeita nas minhas imperfeições e tão estonteante com minha limitada beleza… Então pensei: é exatamente isso!

Não importa o quão poucos sejam meus centímetros de altura, ou o tamanho do meu manequim, se meus seios estão flácidos ou empinados, se quando sento tem uma dobrinha ou se estou redonda por completo, se minha pele está com umas espinhas ou tenho manchas, ah!!! Se as estrias me consomem ou as celulites já são impossíveis de serem disfarçadas ou encobertas, se meu cabelo não tem as ondas que eu queria, ou se não são lisos como eu desejaria e nem a chapinha acalma a rebeldia dos meus fios… as marcas do tempo que fazer para frear? O colágeno nos escapa entre os dedos e as linhas cada vez vão se desenhando, mas nada disso, absolutamente nada disso deveria nos entristecer porque não consigo acreditar que uma mulher não enxergue em si no mínimo um ponto que seja belo, e é este exercício que te convido a fazer…


Foque em seus pontos fortes porque cada uma de nós os tem, o que falta é descobri-los e aceitar as imperfeições porque elas também são inerentes à todos e até as modelos de beleza ditados por uma sociedade consumista tem suas imperfeições.

Experimente ver as mulheres eleitas mais belas do mundo sem maquiagem, sem photoshop, com pijama largo, com cabelos por fazer, sentadas à vontade e depois de 12 horas de árduo dia de trabalho? Você acredita que aquela beleza existe? Não! A beleza é montada, armada, feita, com quilos de base, mil luzes, muitos ajustes, roupas, melhor perfil, melhor fotógrafo e mil melhores itens para deixar o “belo” realmente belo…

Não diminuindo a beleza de ninguém mas devemos aumentar a beleza do que realmente é real do que não traz consigo toda uma parafernália para se produzir, de quem não tem tanta grana para comprar make ups da Chanel nem roupas de grife, nem os melhores cremes de tratamento do mundo e nem tem acesso aos melhores recursos para combater a idade, oleosidade, obesidade, a ansiedade, enfermidade fragilidade, tonicidade, identidade, maldade, e a fucking sociedade!!!!

A ordem agora é deixar resplandecer o que existe de mais belo em você e dar menos importância ao que tanto te incomoda porque quando tiramos o foco de algo que não faz bem ele fica menor do que realmente é. Sentir-se bem é tarefa de quem aprendeu a se aceitar, a se amar e a se permitir ser amada com tantas lindas e peculiares imperfeições.


Que tédio seria um mundo com todas as pessoas iguaizinhas, como em uma fila de exército, de longe nem podemos identificar quem é quem: porque eles tem que seguir um padrão, estarem todos do mesmo jeito, nós não!

Amo a diversidade, o negro, o branco, que lindas as mulheres gordas e sexys, que lindas as negras com seus cachos tão peculiares que lindas as altas com seu estilo naturalmente elegante , ah as baixinhas como bonecas seduzindo por aí, as mais maduras apresentando a idade que tem e ainda assim trazendo a leveza de quem já muito aprendeu e a firmeza de quem já sabe o que quer, que lindo ser índio, amarelo, asiático, usar dread, legal usar lenço quando não tem cabelo seja por opção ou por um tratamento de saúde, mas de tudo isso cabe a cada uma dentro de sua realidade fazer-se sentir bela e o mundo a sentirá assim. O belo é um estado de espírito a ser cultivado e que se exterioriza naturalmente. A maquiagem que precisa ser feita é lá dentro, arrumar a aparência na alma e não por fora! O por fora é tão temporal, tão menos importante e simplesmente reflete o que está brilhando bem lá no fundinho….

Para hoje a ordem é resgatar e enaltecer seus pontos fortes, se sentir bela, forte e confiante pois se você não sabe é assim que muitos te veem e você não pode se aceitar ver menos…





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.