5min. de leitura

OS 15 PRINCÍPIOS DE MARIA MONTESSORI PARA EDUCAR CRIANÇAS FELIZES

“Ajuda-me a agir por mim mesmo.” – Maria Montessori


Como sempre acontece na educação, existem partidários fiéis e detratores da pedagogia de Maria Montessori. Muitos afirmam que a educação hoje, como está estruturada, não vê como viável a metodologia da famosa educadora italiana do século XIX e início do século XX.

Para ela, a escola não é apenas um espaço para um professor transmitir conhecimentos de forma direta. Montessori argumentou que a criança irá desenvolver suas próprias habilidades de uma forma mais livre a partir de materiais de ensino especializados.

As salas de aula tinham estudantes de diferentes idades, onde as próprias crianças eram livres para escolher o material com o qual queriam trabalhar e expandir suas habilidades de forma mais independente. Eram eles que marcavam suas próprias velocidades de aprendizagem de acordo com suas particularidades, envolvidos sempre em um contexto menos rígido onde os quadros não eram tão importantes, e as crianças tinham a liberdade de movimento na sala de aula.


A perspectiva pedagógica de Maria Montessori teve um impacto global, e renovou muitos métodos educativos realizados até então, a ponto de “chocar” os clássicos e mais conservadores e setores de ensino.

Hoje, este método que enfatiza acima de tudo a liberdade de aprendizado e a responsabilidade do próprio aluno no processo de aquisição de conteúdo, não é apreciado na maioria das instituições. Porém podemos encontrar este método em algumas escolas particulares onde são trabalhadas muitas dessas estratégias interessantes.


No entanto, tanto a pedagogia de Montessori quanto a de Paulo Freire, não são pilares da nossa educação atual (pelo menos não em muitos países).

Agora, neste ponto você pode se perguntar: Onde então foi parar o papel das mães e dos pais na educação dos filhos? Era importante? Era. Era vital. Apoio, orientação e cuidado dos pais é fundamental para educar crianças felizes, adultos autônomos e boas pessoas no futuro.

Aqui deixamos 15 dos princípios enunciados por Maria Montessori, que certamente irão ajudá-lo.

Mandamentos de Maria Montessori para pais

“A primeira tarefa da educação é agitar a vida, mas deixá-la livre para se desenvolver.” – Maria Montessori

1. Lembre-se sempre que a criança aprende com o que está em seu redor. Seja seu melhor modelo.

2. Se você critica muito seu filho, a primeira coisa que ele aprenderá é julgar.

3. Mas, se você o elogia regularmente, ele vai aprender a valorizar.

4. O que acontece se você mostra hostilidade para com a criança? Ela vai aprender a lutar.

5. Se ridiculariza a criança habitualmente, ela será uma pessoa tímida.

6. Ajude seu filho a crescer sentindo-se seguro em todos os momentos, e ele aprenderá a confiar.

7. Se você despreza seu filho frequentemente, um sentimento muito negativo de culpa irá ser desenvolvido.

8. Faça seu filho ver que suas ideias e opiniões são sempre aceitas, assim, ele se sentirá bem consigo mesmo.

9. Se a criança vive em uma atmosfera onde se sente cuidada, integrada, amada e necessária, aprenderá a encontrar amor no mundo.

10. Não fale mal de seu filho nem quando ele está perto, e nem quando está longe.

11. Concentre-se no fato de que seu filho está crescendo e se desenvolvendo de forma otimizada. Valorize sempre o lado bom da criança, para que nunca haja espaço para o mal.

12. Sempre ouça seu filho e responda quando ele se aproximar de você com uma pergunta ou um comentário.

13. Respeite seu filho, mesmo que ele tenha cometido um erro. O apoie. O corrija agora ou talvez um pouco mais tarde.

14. Você deve estar disposto a ajudar seu filho se ele estiver a procura de algo, mas também deve estar disposto a deixá-lo encontrar as coisas sozinho.

15. Quando se dirigir a seu filho, sempre o faça da melhor maneira. Ofereça-lhe o melhor de si mesmo.

“Quando uma criança se sente confiante, deixa de buscar aprovação dos adultos a cada passo.” – Maria Montessori

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo 

Fonte: La Mente es Maravillosa





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.