Os 4 tipos de amor que vivemos antes do amor de almas gêmeas

4min. de leitura

Muitas pessoas colocam um relacionamento romântico como prioridade em suas vidas. Desejam encontrar alguém com quem realmente se identificam, uma pessoa com a qual podem compartilhar suas vidas, o amor de uma alma gêmea.



As almas gêmeas nos transformam por completo, de dentro para fora. Elas nos ajudam a evoluir e fazem nossas vidas muito mais felizes. No entanto, não é simples encontrá-las. Por esse motivo, muitas pessoas acabam desistindo da busca e se contentando com aquilo que acham que merecem.

A verdade é que no caminho até nossas almas gêmeas, vivenciamos relacionamentos com muitas pessoas diferentes, algumas delas muito parecidas com o que consideramos “ideal”. Por mais que esses relacionamentos não deem certo, eles nos ensinam muitas coisas e nos prepararam para a pessoa que virá para ficar.

Abaixo estão 4 tipos de amor que vivemos antes de nos conectarmos a nossas almas gêmeas:

1. O primeiro amor

O primeiro amor é especial para todos nós. Ele vira nossas vidas de cabeça para baixo e nos faz experimentar sensações que nem sabíamos existir. Mesmo assim, ficamos encantados, desejando mais.


No primeiro amor, não fazemos ideia do que pode acontecer, mas mesmo assim estamos preparados para tudo o que pode chegar em nosso caminho. Sentimo-nos imbatíveis. Queremos estar do lado da pessoa amada a todo momento, e apenas o pensamento de perdê-la já nos desespera.

No entanto, conforme amadurecemos, percebemos que alguns amores precisam ir, para que o que foi preparado para nós tenha espaço para entrar.


2. O amor complicado

O amor complicado começa bem, mas conforme a convivência se instala, as dificuldades surgem. Não são dificuldades normais de relacionamentos, são muito mais intensas e prejudiciais, e, muitas vezes, nos fazem até mesmo duvidar da existência de um amor verdadeiro e feliz.


No entanto, não devemos desistir. O amor complicado nos ensina uma grande e valiosa lição: nós devemos vir em primeiro lugar. Tudo tem um limite, até mesmo o altruísmo no amor. Quando passamos por essa experiência nos tornamos mais sábios.


3. O amor seguro

O amor seguro acontece quando estamos com uma pessoa que nos ama verdadeiramente e nos mostra isso através de todas as suas atitudes. Dessa maneira, nós nos sentimos protegidos e seguros, sabendo que sempre que precisarmos, teremos alguém com quem contar.

No entanto, esse amor tende a ser unilateral. A outra pessoa nos ama genuinamente, mas nós não conseguimos retribuir com a intensidade que ela merece. O amor seguro é mais sobre estabilidade do que sobre sentimento.


4.O amor apaixonado

Este é o amor intenso, apaixonado, digno de um filme de Hollywood. Nesse amor, o principal ingrediente é a paixão, que é tão intensa que, muitas vezes, pode até nos deixar perdidos.

No entanto, o amor apaixonado é efêmero e se vai com a mesma rapidez com que chega.

Depois desses 4 tipos de amor, nós encontramos o tão esperado amor incondicional. Esse amor chega quando pensamos que não existe mais esperança, que o amor verdadeiro está perdido.

No amor incondicional não há dúvidas, você sabe que essa pessoa é aquela com a qual você deve passar sua vida, e tudo simplesmente faz sentido.

Toda a sua jornada o preparava para esse grande momento.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: teksomolika / 123RF Banco de Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.