Os 7 grandes inimigos do amor

Para que uma relação seja feliz e próspera é preciso estarmos atentos aos inimigos do amor.

Cada um de nós tem a sua própria visão do amor. Alguns enxergam-no como uma energia poderosa, algumas pessoas associam o amor com alguém especial e há ainda aqueles que se concentram em apenas senti-lo, e não defini-lo.

Não importa qual seja a sua visão do amor, esse sentimento é um dos mais poderosos que podemos nutrir e é o único capaz de manter dois corações unidos, independentemente das circunstâncias.

Quando duas pessoas se amam verdadeiramente e decidem compartilhar suas vidas, algo mágico acontece e o mundo fica mais colorido e feliz. No entanto, nem tudo é um mar de rosas. O amor vem com desafios constantes, e precisa ser cuidado e fortalecido todos os dias, em todas as circunstâncias ou, pouco a pouco, começa a perder o sentido, afastando as duas pessoas e levando a sentimentos de rejeição e afastamento.

Todo amor possui 9 grandes inimigos principais, que precisam ser combatidos todos os dias para que a relação se torne cada vez mais feliz e próspera. Confira esses inimigos abaixo.

Os 7 grandes inimigos do amor

Egocentrismo

Muitas vezes temos a tendência a acreditar que o mundo gira ao nosso redor e que as coisas devem ser do nosso jeito. No entanto, esse pensamento não leva um relacionamento muito longe. É preciso compreender que as pessoas têm seus próprios desejos, sonhos e objetivos, e que se focarmos apenas em nós mesmos, nunca conseguiremos criar uma realidade feliz junto a pessoa que amamos.


A ausência de perdão

Nossos parceiros erram, porque são imperfeitos, assim como nós. Se nos colocamos a disposição de viver um relacionamento, precisamos ser capazes de perdoar a outra pessoa, porque se não o fizermos, o relacionamento se tornará tóxico, cheio de ressentimentos e energias negativas. O perdão faz bem a nós mesmos e a tudo à nossa volta.


A mentira

Mentiras, sejam “grandes” ou “pequenas”, enfraquecem a conexão com a outra pessoa e nos fazem perder a credibilidade em nossos relacionamentos. A confiança é um dos principais pilares das relações e não podem existir em um ambiente onde a mentira predomina.


Codependência

Algumas vezes, as pessoas entram em relacionamentos, não por realmente amarem a outra pessoa, mas porque ela pode lhes oferecer algo de que precisam, satisfazer alguma necessidade. Quando isso acontece, o amor não é o foco, nem o objetivo, e as pessoas apenas se machucam.


A má comunicação

A má comunicação ou falta de comunicação prejudica os relacionamentos, porque é através do diálogo que nos comunicamos com a outra pessoa, informamos nossas necessidades, estabelecemos objetivos, definimos metas de vida. Sem diálogo não existe relacionamento.


Maus-tratos

Ninguém gosta de ser maltratado. Nós entramos em relacionamentos para sermos felizes ao lado de outra pessoa, e não para sermos manipulados ou sentirmos mais tristeza do que alegria.


Necessidade constante de mudar o outro

Amor é aceitar e amar a outra pessoa como ela realmente é, e não tentar moldá-la em alguém que não é, apenas para satisfazer nossa vontade. Se você sente a necessidade constante de mudar a outra pessoa, é porque não a ama verdadeiramente.

Esses são apenas alguns dos inimigos do amor, que nos impedem de crescer e prosperar do lado da pessoa que amamos. Evite esses comportamentos em seus relacionamentos e priorize o companheirismo, altruísmo e vontade de fazer as coisas serem cada vez melhores.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: kegfire / 123RF Imagens



Deixe seu comentário