Os cinco pilares do espiritismo e a compreensão da existência de Deus

8min. de leitura

Para ser Espírita, cinco pontos devem estar incorporados à alma. São eles:

  1. Existência de Deus;
  2. Imortalidade da Alma;
  3. Comunicabilidade dos Espíritos;
  4. Pluralidade da existência (Reencarnação);
  5. Evolução.

A partir desses cinco pilares, que sustentam a Doutrina dos Espíritos, podemos ter uma compreensão (a nível de terceira dimensão) sobre o maior mistério do Universo, que é Deus.



Allan Kardec, codificador da Doutrina Espírita, inicia o Livro dos Espíritos  (1854),  com a seguinte pergunta: “Que é Deus?”  A qual os imortais respondem: “Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas coisas”. Isso quer dizer que Deus é o criador do Universo, que tudo que foi criado tem uma causa inteligente. Por “causa inteligente” entende- se que, tudo que Deus criou foi intencional, não foi por acidente. Deus é a inteligência máxima do Universo, sendo assim, tudo no Universo responde à uma causa inteligente e está tudo certo!


Atributos da Divindade.

Pergunta 12. Livro dos Espíritos: Se não podemos compreender a natureza íntima de Deus, podemos ter ideia de algumas de suas perfeições? R.: Sim, de algumas. O homem as compreende melhor à medida que se eleva acima da matéria; ele as entrevê pelo pensamento.


Deus é onipresente, onisciente, onipotente, soberanamente justo e bom.

  1. Onipresente. O prefixo oni significa todo. Significa que Deus está presente em tudo, em todos os lugares do universo. Não existe lugar onde Deus não esteja.
  2. Onisciente. Significa aquele que sabe tudo. Detém todo o conhecimento. É a perfeita sabedoria.
  3. Onipotente. Aquele que pode tudo.
  4. Soberanamente justo e bom. Todas as forças do Universo agem de acordo com a justiça divina. Já que Deus sabe tudo, está em todos os lugares, detém todo conhecimento, é a inteligência máxima, tudo que acontece é para o bem do todo e de nós mesmos, então, não existem erros, nem injustiças.

Estes atributos só fazem sentido se os analisarmos sob a ótica dos 5 pilares, pois, como imaginar que um bebê, por exemplo, pode nascer com uma doença grave? O que ele fez de mal para merecer isso, já que está em seus tenros anos de vida?  Por que algumas pessoas nascem com deficiências físicas ou mentais e outras nascem sem esses problemas? Por que uns nascem ricos, outros pobres? Que Deus é esse?


Essas questões podem ser respondidas pela Imortalidade da Alma, Pluralidade das Existências e Evolução. Como espíritas, somos reencarnacionistas e para isso, nosso espírito é imortal. Vivemos várias vidas, em vários lugares desse planeta e desse Universo.


Viemos a este planeta com o objetivo maior de evoluir, de nos aproximarmos do nosso Criador e, assim,  compreendermos sua justiça e bondade

A matéria, o corpo físico é uma das possibilidades que Deus nos dá para evoluir. Quando vimos nossos irmãos ou nós mesmos sofrendo, passando por situações de difícil compreensão, analisemos que essas aflições tem uma causa inteligente. Um bebê, por exemplo, que com poucos meses de vida esteja passando pela prova do câncer. Se baseado somente nesta vida, achamos injusto, ficamos revoltados e até nos perguntamos como Deus permite que isso aconteça. Mas, se olharmos como um todo, pela ótica do espírito imortal, esse mesmo bebê na vida passada foi uma pessoa que, com fins gananciosos, prejudicou pessoas que se tratavam da doença. Agora, este espírito veio doente como forma de resgate de seus débitos passados, obedecendo a lei de justiça do universo e evolução. E assim é com todos nós, sem exceção.  A cada um segundo suas obras!

Pela reencarnação também podemos vislumbrar a bondade divina. A bondade divina é questionada e posta à prova também por não compreendermos que o mal não existe. Allan Kardec também questiona os Espíritos sobre isso: “o mal existe?” e os Espíritos respondem categoricamente que “não! O Mal não existe”. Para a Doutrina Espírita, o Mal é fruto da ignorância. É compreensível que muitas pessoas não concordem com isso, pois os jornais noticiam todos os dias os crimes mais bárbaros e chocantes.


O posicionamento do Espiritismo sobre o tema já era defendido por Sócrates, quatrocentos e poucos anos antes de Cristo. Para Sócrates, os atos errados são consequência da própria ignorância, e o Mal é a ignorância do bem. O fato é que nós evoluímos para a verdade através dos erros. Inúmeros filósofos e cientistas tentaram desvendar a origem do Mal. Para uns, sua origem está na sociedade, para outros, o Mal se deve a características do cérebro, outros opinam que o Mal advém de nossa ancestralidade animal.

Suas explicações são plausíveis, dignas de credibilidade. Mas falta a eles um ponto fundamental, sem o qual não é possível chegar a nenhuma conclusão definitiva: a reencarnação. Sem considerar a reencarnação não há como compreender que a origem do Mal é espiritual, pois os espíritos que habitam a Terra são ainda muito imperfeitos. Na questão 120 do Livro dos Espíritos vemos que, para chegar ao Bem, todos passam pela ignorância. Isso deixa claro que o Mal e ignorância estão intimamente ligados. Ignorância das Leis de Deus, ignorância das Leis cósmicas que regem todas as coisas.

Se Deus é onipresente, ou seja, está em todos os lugares, então não há lugar onde Deus não esteja. Onde achamos que existe o mal, nada mais é que pura ignorância de nossa parte. Não conhecemos a bagagem espiritual, não conhecemos todo o contexto de reencarnações para julgarmos se algo é bom ou não. Além disso, Deus é onisciente, sabe tudo que acontece no Universo justamente por ser onipresente. É a inteligência suprema, sendo assim, como criaturas ainda no caminho evolutivo, não temos capacidade de julgar as ações de cada ser no planeta, pois, se Deus permite que aconteçam, tem uma inteligência muito maior regendo tudo isso. E por fim, Deus é soberanamente justo e bom.

Tudo no Universo está regido pela bondade e justiça divinas que estão além de nossa compreensão, mas como criaturas divinas, ao longo de nossa caminhada evolutiva, abriremos nosso grau de consciência para o entendimento cada vez maior das Leis Universais.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: bst2012 / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 15/07/2018 às 7:20






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.