4min. de leitura

Os dias ruins vêm sozinhos. Os bons cabe a nós buscar

Ainda que nos esforcemos para levar vidas felizes e positivas, todos temos dias ruins, em que nada parece dar certo.

Esses dias são exaustivos e vem mesmo sem desejarmos. No entanto, embora não estejamos no controle de tudo, podemos melhorar nossos dias ruins, através de nossa atitude. Podemos optar por enxergar nossas situações negativas de uma maneira diferente e transformar nossas realidades.


Um texto atribuído ao escritor Mario Benedetti, induz uma profunda reflexão e nos ensina uma valiosa lição sobre o nosso poder de lidar com nossos dias ruins, transformando-os em bênçãos. Veja abaixo:

O que acontece hoje depende de mim

“Esta manhã eu acordei antes que o relógio tocasse, animado com todas as coisas que tenho que fazer. Eu tenho responsabilidades para cumprir hoje. Eu sou importante. Meu trabalho é escolher o tipo de dia que vou ter.

Hoje, posso reclamar porque o dia está chuvoso ou posso agradecer porque as plantas são regadas. Posso ficar triste porque não tenho mais dinheiro, ou posso ser feliz porque minhas finanças me impulsionam a planejar minhas compras com inteligência.


Hoje, posso reclamar da minha saúde ou me alegrar por estar vivo. Posso reclamar de tudo o que meus pais não me deram enquanto eu crescia, ou sentir-me grato por terem permitido que eu nascesse.

Hoje, posso chorar porque as rosas têm espinhos ou posso celebrar que os espinhos têm rosas. Posso me parabenizar por não ter muitos amigos ou posso me animar e embarcar na aventura de descobrir novos relacionamentos.

Hoje, posso reclamar porque tenho que ir trabalhar ou me alegrar porque tenho um emprego. Posso reclamar porque tenho que ir à escola ou abrir minha mente energicamente e preenchê-la com novos e ricos conhecimentos.


Hoje, posso murmurar amargamente porque tenho que limpar minha casa ou me sentir honrada porque tenho um teto sobre minha cabeça. O dia está esperando por mim e aqui estou eu, eu sou o escultor.

O que acontece hoje depende de mim, devo escolher que tipo de dia vou ter.

Tenha um ótimo dia! A menos que você tenha outros planos.”

Devemos buscar motivos para sorrir e ser felizes

“Todos podemos decidir se queremos viver uma vida grande (…) Não importa há quanto tempo estamos no caminho da mediocridade: sempre podemos escolher mudar de caminho. Nunca será tarde demais para encontrar nossa voz.” – Stephen Covey

Os dias ruins vêm sozinhos, mas os bons somos nós que devemos procurar. Buscar os melhores caminhos e nos esforçar por nossa felicidade é um compromisso diário e uma responsabilidade que devemos ter com nós mesmos.

Ainda que o ontem tenha sido ruim, o hoje pode ser uma bênção, é uma escolha que fazemos. Nós somos os únicos responsáveis pelo tipo de vida que levamos.

Em suma, considere que hoje pode ser um ótimo dia e tentar criar oportunidades para que ele seja.


Direitos autorais da imagem de capa: Marcelo Matarazzo / Unsplash





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.