Reflexão

“Os homens querem uma mulher que não existe” por Arnaldo Jabor

capafacebook os homens querem uma mulher que nao existe por Arnaldo Jabor
Comente!

O jornalista fez uma reflexão interessante sobre as expectativas masculinas sobre as mulheres.

Não é de hoje que muitas mulheres sentem que precisam se adaptar aos gostos dos homens para que possam ser consideradas bonitas, inteligentes e suficientemente boas para conquistar sucesso e “felicidade eterna”.

De fato, vivemos em uma sociedade que nos mostra de diversas maneiras ter sido organizada para que os homens dominem e as mulheres sejam comandadas, e infelizmente nem o campo do amor escapa ileso dessa formação tão prejudicial.

A necessidade de submissão das mulheres aos desejos masculinos é uma pauta evidente e diariamente abordada por aquelas que acreditam que têm o direito de construir suas vidas como bem entendem.

Até mesmo os homens mais sábios e com personalidade analítica conseguem compreender os muitos privilégios e vantagens sobre as mulheres pela forma como a sociedade é organizada, e algumas vezes fazem algumas declarações em apoio às mulheres e a conquista de sua liberdade emocional, física e pessoal.

Esse é o caso de Arnaldo Jabor. O jornalista brasileiro é bastante conhecido por suas icônicas frases acerca da gama de relações humanas. Quando se trata de relacionamentos, sua sabedoria também é sempre consultada por pessoas que buscam aconselhamento ou até mesmo indiretas para compartilhar nas redes sociais.

Há algum tempo, ele fez uma reflexão bastante interessante e importante sobre os sentimentos que permeiam os vínculos entre homens e mulheres em nossa sociedade. Toda a ideia dessa reflexão gira em torno da afirmação de que os homens buscam mulheres que não existem.

Jabor conta que leu uma pesquisa britânica com 3 mil homens solteiros em busca da “namorada perfeita”. Os resultados da pesquisa mostraram que eles buscavam mulheres bem-sucedidas, pessoal e financeiramente, mas que desejem ter uma família e cuidar das crianças em casa.

Além disso, elas devem ser “lindas”, ter cabelos naturais, não usar maquiagem e não demorar mais do que 10 minutos para se arrumar. Mais de 90% dos homens também confessaram desejar mulheres com sexualidade aflorada.

Ao citar esses resultados tão exigentes, Arnaldo menciona que os homens buscam mulheres idealizadas, que devem atender ou ao papel de mães ou de “máquinas de prazer”.

As mulheres, por sua vez, levadas a acreditar que precisam atender aos desejos dos homens, recorrem a ferramentas como chapinhas, dietas, malhação e guerra contra a celulite.

No entanto, segundo Jabor, se elas seguirem esses comandos dos “machistas”, acabarão por se tornar nada além de objetos, afastando-se cada vez mais das características que as tornam “pessoas”.

Em certo momento da narração, o jornalista também manifesta a sua opinião sobre o assunto, esclarecendo que a ideia de perfeição é impossível de ser atingida. As palavras de Jabor são muito interessantes, mas também nos inspiram a fazer uma análise das nossas prioridades no campo romântico.

Aos homens: será que estão exigindo que suas mulheres se tornem objetos, acreditando que sua única função é satisfazer as suas vontades? E às mulheres: será que estão se distanciando de sua verdadeira essência apenas para agradar a potenciais parceiros que muitas vezes nem se importam com elas?

A idealização feminina, aliada ao conceito tão divulgado de que elas devem ser perfeitas para os outros, e nunca para si mesmas, são a causa da infelicidade e insatisfação de muitas mulheres no mundo todo e o motivo de permanecerem em relações que claramente não lhes agregam nada de bom ou interessante.

Em uma sociedade tão fixada em conceitos arcaicos como esse, a melhor maneira de evoluir e passar a enxergar o amor como um complemento, ao invés de um inimigo, é nos moldarmos dia após dia, estando abertos a aceitar as pessoas como são, ao invés de tentar moldá-las às nossas vontades ou a padrões que muitas vezes nem sequer nos representam.

Comente!

10 plantas aromáticas que não precisam de terra para crescer

Artigo Anterior

É sobre ser leve, do bem, leal, verdadeiro e focar no que importa!

Próximo artigo