Reflexão

Os irmãos são os primeiros amigos que fazemos na infância e que vão permanecer conosco por toda a vida!

Ter um irmão é ser privilegiado desde o nascimento, é ter a chance de aprender a lidar com o próximo desde muito pequeno, além de ter um melhor amigo para nos acompanhar sempre.



Existem as famílias que optam por ter apenas um filho ou as que decidem ter vários. Cada família tem uma configuração diferente, e não existem críticas ou fórmulas quando o assunto é a criação infantil. Mas as crianças que têm a chance de ter um irmão ou uma irmã sabem bem o impacto disso na vida adulta.

A chance de crescer ao lado de alguém pequeno como nós, que também está descobrindo o mundo, abre as portas para inúmeras experiências interessantes.

Com nossos irmãos, temos a possibilidade de fazer tudo pela primeira vez: a primeira briga, a primeira disputa, a primeira gargalhada, a primeira confissão. Com eles, aprendemos a socializar, descobrimos a importância de ouvir atentamente o outro e de respeitar suas vontades.


O laço que une os irmãos não é apenas sanguíneo, é de convivência e amor. Um irmão mais velho se coloca numa posição de verdadeiro guia e o enxergamos como sábio, sempre disposto a desbravar o mundo e nos contar depois por quais caminhos devemos andar.

São eles que alimentam nossa coragem e nos ajudam a não temer o óbvio, nos ensinam a caminhar com autonomia e permanecem próximos, como um porto seguro.

Quando estamos nós na posição de irmãos mais velhos, descobrimos a cada dia o que é cuidar de alguém tão pequeno quanto um irmão mais novo. Sentimos um instinto súbito de proteção, seguramos suas mãos redondinhas e descobrimos o mundo juntos, vamos nos tornando amigos, acreditando que o mundo lá fora nos reserva as maiores aventuras possíveis.


Ter um irmão mais novo é saber que, no meio da noite, podemos sentir alguém entrando debaixo dos lençóis, em busca de um refúgio, de alguém capaz de proteger contra qualquer mal que possa estar à espreita debaixo da cama. Essa amizade que se constrói é levada pela vida inteira, e não existe briga ou rompimento capaz de desfazer tudo o que foi bordado na infância.

São nossos irmãos que sabem exatamente o que sentimos, com eles aprendemos a importância da proximidade e a força de um abraço. Ao longo dos anos, teremos várias brigas, mas isso não significa que nunca mais vamos nos falar. Discutir com alguém é saber que existem inúmeras formas de ser e pensar neste mundo, e todas são válidas e verdadeiras.

Nossos irmãos estão aqui para nos mostrar as verdadeiras belezas da vida, a importância da família e do elo formado na primeira infância. É para eles que queremos ligar quando alguma coisa aperta, eles são os primeiros a receber as novidades e quem sempre nos faz voltar quando saímos de casa.


Nem todos têm a chance de ter alguém tão especial como um irmão, e devemos valorizar isso. Não existe sentimento mais puro do que o desejo de felicidade que alimentamos por nossos queridos irmãos.

Desejamos que eles conquistem o mundo, que sejam as pessoas mais plenas e importantes, assim como sabemos que eles nos desejam o mesmo. Diga hoje ao seu irmão quão relevante ele é para sua vida, não deixe para depois os elogios. Eles merecem o mundo, lembra-se!


“Todo trabalho é digno”. Jovem de 17 anos, que vende picolé, dá resposta genial ao sofrer preconceito

Artigo Anterior

Depois de impedir funcionária de ir a médico e despedi-la por gravidez, chefe a indeniza em R$ 285 mil

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.