publicidade

Os mentirosos: como reconhecê-los?

Já parou para pensar sobre as características das pessoas que mentem? Seriam elas rabugentas e antipáticas? Ou carismáticas e alegres?



Se você achou a segunda opção mais plausível, acertou!

As pessoas verdadeiras consigo mesmas compreendem que existem dias bons e ruins, momentos e pessoas diferentes, aceitam os dias, momentos e pessoas como eles são e com transparência, não fingem gostar do que não gostam.

Já as pessoas que costumam mentir para si mesmas estão sempre tentando se enganar a respeito de um dia ruim e fingem estar tudo bem o tempo todo. O mesmo vale para momentos e pessoas. Como confiar em alguém que engana a si próprio?


Alguém que mente finge para si mesmo que sempre está tudo bem, e assim finge para os demais. Pode até não ser por maldade, como muitas vezes não o é, mas pela mais pura imaturidade e capacidade de lidar com a vida, consigo mesmo e com transparência.

Desconfie! Pessoas boazinhas demais, carismáticas demais, alegres demais têm algo estranho demais.

Desconfie! A vida é feita de altos e baixos, ninguém gosta de tudo e de todos, então aquele que sorri para todos e em todas as situações provavelmente é o mesmo que, ao lhe virar as costas, vai mudar de cara e de discurso. Esteja atento!

As pessoas consideradas menos simpáticas e talvez até mais rabugentas têm mais honestidade a lhe oferecer dos que as que sorriem o tempo todo. As primeiras são sinceras, falam do que não gostam, expressam-se quando não estão bem e não puxam o saco de quem não admiram. A suposta rabugice é a sinceridade com o mundo em que vive.


O excesso de sorriso e de gentilezas pode ser apenas uma máscara que cai logo quando você sai da sala ou vai embora. É claro que nem todo sorriso é falso e nem toda alegria é mentirosa, mas seu excesso pode ser. Mais vale confiar em alguém que lhe diz quando não gosta de algo que você fez do que naquele que diz gostar de tudo o tempo todo. Pense nas vezes em que já se sentiu traído.

Geralmente os que nos decepcionam são os que nos sorriem e nos fazem acreditar em sua amizade eterna.

Amigo bom é o que fala a verdade, mesmo que ela doa. Pessoa verdadeira é aquela que se expressa quando não se sente bem. Alguém que merece confiança é gente que não tenta agradar o tempo todo e age com verdade. Lembre-se de que até mesmo os psicopatas se destacam pelo excesso de carisma, liderança e inteligência.

Quanto mais uma pessoa mente, mais capacidade de manipulação e teatro ela tem. Sorrisos e simpatia nem sempre são sinais positivos. Na vida, tudo exige equilíbrio.

O que é excesso pode ser que não passe de um simpático fake!

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.