ColunistasReflexão

Os pequenos detalhes fazem toda a diferença no resultado final

os pequenos detalhes

Por que algumas pessoas são bem-sucedidas e outras não? Por que alguns são vencedores e outros não alcançam o sucesso esperado? A resposta está nos detalhes. São os pequenos detalhes que fazem uma grande diferença no resultado final.



Muitas pessoas acreditam que para ter sucesso é preciso fazer grandes mudanças ou fazer grandes esforços. Mas a história não é bem assim, pois são os pequenos detalhes feitos que diariamente que trazem resultados bons no futuro.

Não acredita? Aposto que a maioria das suas realizações ou metas desejadas foram feitas com tarefas diárias, com pequenos trabalhos.

Se você olhar em volta verá pessoas e empresas bem-sucedidas, mas elas são bem realizadas pelo fato de fazerem a diferença a todo instante e é ao longo desse tempo que se consegue o sucesso esperado.


Se a meta é grande é preciso dividi-la em pequenas metas e cumpri-las todos os dias.

Sabemos que numa corrida de fórmula 1 são 22 carros disputando o 1º lugar. É dada a largada e depois de várias voltas na linha reta de chegada há dois carros páreo a páreo disputando quem vence a corrida. Um dos pilotos conseguiu a vitória por diferença de centímetros. Isso significa que o carro e piloto que ganharam a prova são muito melhores do que o segundo colocado? Não, uma pequena diferença em desempenho, neste caso em centímetros fez uma tremenda diferença no resultado.

Em uma corrida de 100 metros rasos, 8 atletas disputam quem é o melhor do mundo nessa modalidade. Foi dado o disparo para a largada e, cruzando a linha de chegada, o primeiro lugar fez o tempo de 9,2 segundos. Já o segundo colocado para completar toda a prova gastou um tempo de 9,1 segundos. Veja que a diferença do primeiro colocado para o segundo é de apenas 1 centésimo de segundo e nem sequer conseguimos perceber essa tão pequena diferença de tempo.

Podemos dizer que o atleta que ganhou medalha de ouro é muito melhor do que o atleta que ganhou medalha de prata?


A resposta é não, foi apenas um impulso ou um esforço maior do primeiro lugar na reta de chegada que deu a vitória a ele.

Logo também foi apenas um centésimo de segundo que fez uma grande diferença entre o primeiro e o segundo colocado, e que determinou o vencedor da prova.

Em uma prova de concurso público foram inscritos 1000 candidatos para apenas 1 vaga e depois dos exames feitos saiu o resultado final. O primeiro colocado fez 99 pontos em 100 possíveis e o segundo colocado fez 98 pontos. Podemos concluir que o primeiro colocado é muito mais inteligente do que o segundo? É claro que não, foi apenas 1 ponto que separou eles de posição. O primeiro candidato estudou um pouco mais ou se esforçou mais para acertar uma ou duas questões no qual ele estava em dúvida ou não sabia.

Não faça como a maioria das pessoas faz, faça a diferença em pequenos detalhes com metas diárias e assim você estará bem perto de obter o sucesso tão almejado.


Até um próximo encontro. Namastê!


Direitos autorais da imagem de capa: Chevanon Photography from Pexels


Como o poder do perdão os libertará…

Artigo Anterior

Cinco benefícios que passar algum tempo sozinho (a) podem trazer para sua vida

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.