ColunistasComportamentoRelacionamentos

Ou você me aceita completamente, ou me liberta!

liberte me

Nunca me importei se hoje eu amanhecia apaixonada e no outro dia, não. Nunca me importei se a pessoa que escolhi não era exatamente como todos gostariam que fosse para mim. Eu nunca liguei. Eu fazia minhas escolhas e através delas arcava com minhas próprias consequências. Era bem desse jeito. No entanto, de todo tipo de relacionamento em que entrei, sóbria ou não, os que me aborreciam eram justamente os que me mantinham na dúvida.



“Você me ama? O que temos? ” Eram perguntas que eu fazia por viver presa a uma relação que não fazia ideia se existia ou não. Só sabia que eu o queria e por querê-lo me permitia viver naquela situação. Situação essa que se arrastou por alguns anos até eu dar um basta e dizer: “Ou você me aceita completamente em sua vida ou me liberta, poxa! ”

Era o famoso “ser cozinhado em banho-maria”. Algo demorado, lento e que não se resolve.

Essa dúvida de “será que ele me ama? ” é de extremo mal gosto e nos causa uma agonia tão bizarra e avassaladora que toda a vontade que temos é de sair correndo. E por que não saímos? Por que bate a maldita esperança de que um dia ele vai me aceitar completamente, tipo: me pedir em namoro, casamento… essas coisas!


Só que o tempo passa e o que tanto almejamos NÃO ACONTECE! O que devo fazer então? Se você está passando por algo parecido, se já passou talvez concorde comigo (ou não, normal!). A pergunta que sempre faço quando estou em uma situação que me amarra ou me sufoca é: EU ESTOU FELIZ? EU O AMO O SUFICIENTE PARA ABRIR MÃO DE MIM MESMA E DE MINHA FELICIDADE?

Após ter feito essas perguntas, espero que encontre a resposta. Se disser que sim, que está feliz, o a ma mais que tudo, enfim… só terei a dizer que “tá bom, colega! Vai lá, continue assim, quem sabe uma hora ele te assume, né?” MAAAS… se sua resposta tiver sido não, que não está feliz, está na hora de repensar se essa relação é mesmo o que busca para sua vida! Você quer mais que isso, eu tenho certeza! Você quer ser feliz, ser amado ou amada até sua última possibilidade!

Então, se ele(a) não te aceita, que não te enrole, nem te faça de idiota, que te liberte enfim! Que te deixe voar, porque muitos parceiros ou parceiras sabem que não podem nos oferecer mais do que oferecem, só que não assumem e nos mantém feito presas em suas teias angustiantes. Que eles tenham a decência de te libertar, caso contrário, liberte-se você mesmo!


Eu quero a sua presença!

Artigo Anterior

A pior solidão é aquela que sentimos quando não estamos sozinhos…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.