Comportamento

Padrasto é preso e confessa ter matado adolescente de 17 anos que estava desaparecido em MT

Segundo a Polícia Civil, ele teria matado a vítima por causa de brigas familiares.



Um adolescente que estava desaparecido desde o dia 1º de abril foi encontrado morto nesta quarta-feira (7) em Paranatinga. Kauã Vinicius de Jesus Dourado, de 17 anos, foi assassinado a tiros no mesmo dia do desaparecimento. O padrasto dele, de 42 anos, foi preso e confessou o crime.

O delegado responsável pela investigação, Hugo Abdon de Araujo Lima, explicou que o adolescente teve o corpo enterrado em uma mata na zona rural de Paranatinga.

O padrasto teria atraído o jovem para mata e feito os disparos. O delegado disse que ele confessou o crime e mostrou onde o corpo estava.


Direitos autorais: Polícia Civil de Paranatinga (MT)

 

Segundo a Polícia Civil, ele teria matado a vítima por causa de brigas familiares.

A polícia desconfiou do padrasto depois que ele começou a se contradizer nos depoimentos. Ele foi preso em flagrante e pode responder pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver.


Kauã desapareceu no dia 1º de abril em Paranatinga. No primeiro momento até acharam que ele poderia ter sido sequestrado.

 

Vacina contra o câncer: Harvard faz testes e publica efeitos imunológicos positivos e duradouros!

Artigo Anterior

Médica de UTI pediátrica contra covid relata o quanto é doloroso perder crianças: “Desastroso”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.