publicidade

Padre abandona sacerdócio por amor: “Eu choro, mas por ela eu desisto da batina”

Riccardo desistiu do celibato e das suas obrigações com a Igreja porque se apaixonou por Laura. A força desse amor fez com que achasse errado continuar sendo padre.



Em Massa Martana, na Itália, um caso de amor tem atraído a atenção de todos. Um padre desistiu de sua batina, do celibato e de compromissos com a Igreja porque se apaixonou perdidamente por uma jovem. Don Riccardo Ceccobelli, de 42 anos, sentiu que não poderia mais guardar aquele sentimento dentro de si, precisava ser honesto e transparente, sentia que devia isso a Deus.

No dia 11 de abril, o pároco celebrou sua última missa, ocasião em que pediu a dom Gualtiero Sigismondi, bispo da diocese de Orvieto-Todi, a graça da dispensa da obrigação do celibato e da demissão, para voltar ao estado laico. Sua principal motivação foi Laura Bagli, uma jovem de 26 anos, que ele já conhecia havia quatro anos, mas foi a partir de setembro de 2020 que algo começou a mudar dentro dele.

Quando Riccardo sentiu essa emoção crescendo, tentou de todas as maneiras manter a situação sob controle, torcendo para que ela arrumasse um namorado, mas a cada dia aquilo só aumentava.

Em entrevista ao jornal italiano Corriere Della Sera, ele revela que, numa noite, sentiu forte necessidade de ligar para a jovem, e quando ela atendeu, sentiu uma paz interior súbita.

Em janeiro deste ano, Riccardo apresentou sua renúncia ao bispo. Laura é enfermeira e também catequista, por isso os dois sentem vontade de continuar frequentando a igreja juntos, desde que isso seja respeitoso e não cause nenhum escândalo. O amor dos dois é transparente e possível de ser notado de longe, além de compartilharem o mesmo sentimento pela religião.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@riccecco.

Laura conta que eles ainda esperam a dispensa oficial da obrigação do celibato e que ainda não foi jantar com os pais de Riccardo. O jornalista percebeu que o sacerdote estava com um tampão no olho, segundo ele, o choro em excesso provocou uma inflamação, já que usa lentes de contato.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Laura Bagli.

Caso se encontrasse com o papa Francisco, ele revela que pediria apenas que orasse por ele e por todos os párocos do mundo, principalmente os que se encontram na mesma condição que a dele.


Ainda na entrevista, o fiel falou sobre o papel do celibato na vida dos padres, afirmando que é uma dádiva, mas o amor que sente também é, e que sabe que não cabe a ele mudar as regras.

Riccardo diz que muitas pessoas entram em contato para saber do que aconteceu, mas ele explica que muitos o fazem apenas para saber se ele e Laura já dormiram juntos. De acordo com ele, o casal sequer chegou a sair de mãos dadas em um passeio. Ele ainda disse que pretende ter filhos, mas que tudo depende da vontade de Deus, já que não sabe como será o relacionamento.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@riccecco.

Ele se sente livre, mas antes de tudo precisou passar por profunda crise, já que não podia colocar suas vontades acima das vontades do povo. Por isso, sua decisão foi renunciar, abdicar de vez do sacerdócio.

Sempre atuando na rua, entre os jovens, Riccardo agora se sente cansado, mas pronto para assumir todas as responsabilidades que precisar, pois não tem medo do salto no vazio.

Todos os familiares do pároco apoiam sua decisão, apenas seu irmão Alberto ficou um pouco relutante, no início mas, ao perceber sua felicidade, decidiu respeitá-lo.

O que você acha desse caso?

Comente abaixo e compartilhe-o nas suas redes sociais para saber o que seus amigos pensam!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.