Comportamento

Pai alega que corte de cabelo do filho é “homossexual” e corta seu couro cabeludo com faca, diz polícia

Caso aconteceu em Planaltina de Goiás. Pai foi preso pela Polícia Militar. Entenda!



Até onde vai a autoridade de um pai em relação ao seu filho? Um caso que aconteceu em Planaltina de Goiás, no entorno do Distrito Federal, no último dia 9, levanta essa questão e nos ajuda a pensar sobre os limites que impomos aos nossos filhos.

Segundo informações do G1, um homem de 38 anos é suspeito de violência contra o filho de 10 anos. O homem teria cortado o couro cabeludo da criança ao ver o seu novo corte de cabelo e o considerar “homossexual”.

Thiago César, delegado responsável pelo caso, afirmou que isso tudo aconteceu porque o homem chegou embriagado em casa. Ouvido pela polícia, ele disse que não gostou da forma como o cabelo do filho estava cortado e decidiu remover o corte com uma faca. No entanto, acabou também cortando o couro cabeludo da criança.


O delegado afirmou que a atitude do pai deveria servir como punição contra o menino, e acrescentou que, além de agredir a criança, ele também ameaçou a esposa.

No dia da ocorrência, o menino foi socorrido num hospital da cidade e submetido a uma cirurgia reparadora na cabeça. Agora, as informações são de que ele passa bem.

Segundo Thiago, o homem foi preso por desacato e resistência à prisão, por xingar e tentar agredir os policiais militares.

O nome do suspeito e do filho não foram divulgados, portanto não há informações sobre a versão apresentada por ele. Thiago informou que o homem continua preso até o dia 11, porque o delegado plantonista fez representação pela prisão preventiva.


Ele também explicou que o homem pode ser indiciado por tortura ou lesão gravíssima, tudo dependerá do que os laudos dos exames no menino, pelo Instituto Médico Legal, revelarão.

Sobre a ameaça do homem contra a esposa, Thiago disse que a mulher não chegou a detalhar todo o ocorrido e que a orientação que lhe ofereceu foi procurar a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher.

Uma situação realmente preocupante.

Deixe a sua opinião abaixo e compartilhe o texto em suas redes sociais!


“Lutou bravamente”: padre Fábio de Melo revelou que o momento de intubação de sua mãe foi desolador

Artigo Anterior

Depois de justiça negar recurso, liminar do STJ suspende entrega de criança adotada à avó paterna

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.