Família

Pai entra em faculdade de Direito para apoiar filho autista e se forma junto com ele!

capapai entra em faculdade de Direito para apoiar filho autista e se forma junto com ele

Que grande exemplo de paternidade! Ele esteve ao lado do filho por cinco anos e agora celebra a vitória ao seu lado!



A paternidade, assim como a maternidade, é algo incrível e cheio de descobertas. Quando tratada com responsabilidade e dedicação, tem o poder de transformar vidas e ajudar os pais a entenderem o verdadeiro significado do amor.

Quando um pai assume seu papel – e se mantém firme, apesar de todas as dificuldades –, ele recebe a recompensa mais valiosa possível: a felicidade do filho e a paz de saber que sempre terá um lugar de importância em sua vida.

Os grandes pais merecem ser celebrados e admirados por suas atitudes todos os dias. Hoje trouxemos a história de um pai incrível, que ajudou a mudar a vida do filho e de quebra transformou a própria vida!


Luís Felipe, um técnico industrial de 46 anos, que vive em Serra, no Espírito Santo, tem três filhos. O mais velho deles é Lucas Weberling, de 23 anos, que tem síndrome de Asperger (autismo de grau leve).

Apesar de iniciado o tratamento cedo, e de isso ter ajudado a coordenação motora e a socialização, o jovem sofreu bullying e preconceito na escola, o que deixou marcas em seu emocional, e a família decidiu que estaria ao seu lado nos momentos importantes da vida, oferecendo-lhe apoio e segurança.

Por isso, quando ele decidiu que queria seguir os passos profissionais da mãe, que é advogada, seu pai tomou uma decisão incrível: matriculou-se junto com o filho na faculdade!

Como se pode imaginar, não foi tão simples. Em entrevista ao G1, Luís Felipe disse que estava muito ansioso no primeiro dia de aula, pois era tudo novo para ele e o filho. No entanto, não desistiu e permaneceu ao lado do filho, apoiando-o em todos os momentos.


2pai entra em faculdade de Direito para apoiar filho autista e se forma junto com ele

Direitos autorais: reprodução TV Gazeta.

Lucas, que não enxerga sua condição como limitante, disse que, na hora da apresentação, falou seu nome, explicou que é autista, que ele próprio escolheu o curso e que contava com a ajuda de todos, e acrescentou que, quando temos ajuda, tornamos obstáculos grandes em pequenos.

Do primeiro dia de aula até agora, já se passaram cinco anos, e durante todo esse tempo, pai e filho se apoiaram e permitiram que seu amor e cumplicidade se fortalecessem a cada dia. Isso levou os dois ao que sempre desejaram: a conquista do diploma!

Neste mês, eles concluíram o curso; em fevereiro de 2021, ambos colarão grau. O clima na família é de muita alegria e orgulho.


Lucas disse que “não há barreira que o autista não possa alcançar” e que, se tiver alguém que acredite nele, é capaz de mudar o mundo. Ele acrescentou que estamos precisando de pessoas que acreditem nas outras e que a inclusão nos permite evoluir como pessoas e sociedade.

3pai entra em faculdade de Direito para apoiar filho autista e se forma junto com ele

Direitos autorais: reprodução Facebook Luís Felipe Soares e Reprodução G1.

Legal demais! Toda a confiança de Lucas é fruto do apoio incondicional que seus pais lhe têm o oferecido durante o seu caminho!

Luís Felipe merece todo o reconhecimento por estar cumprindo seu papel de pai da melhor maneira possível!


Compartilhe esta história tão especial com os amigos nas redes sociais!

Se você fizer estas 5 coisas pelo seu filho, ele crescerá destinado ao sucesso!

Artigo Anterior

Homem que já foi segurança de hospital retorna ao local como estudante de Medicina!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.