Família

Pai tetraplégico, que cuida de 2 filhas, procura alguém para vesti-lo todos os dias: precisa trabalhar!

pai tetraplegico que cuida de 2 filhas procura alguem para vesti lo todos os dias precisa trabalhar

Juan é um grande exemplo de responsabilidade. Ele não desiste das filhas! Confira!



Já contamos por aqui diversos casos de pais de verdade que, mesmo enfrentando as situações mais adversas e complicadas na hora de criar os filhos, não desistiram e se mostraram homens fortes e de muito valor, e certamente serão os maiores exemplos para seus filhos.

Hoje trouxemos a história de mais um desses pais que provam que o amor e a responsabilidade com seus filhos são maiores do que todas as dificuldades colocadas pela vida em seu caminho.

Juan Andrés Ponce Vergara é um chileno que cuida sozinho de duas filhas, de 8 e 13 anos. Sua rotina seria como a de todos os pais e mães solteiros, se não fosse por um detalhe bastante significativo: ele é tetraplégico.


Em entrevista ao portal local Diario El Trabajo, Juan explicou que ficou tetraplégico num acidente no mar, ocorrido em 1º de janeiro de 2014.

Sem os movimentos dos braços e pernas, é muito mais difícil criar duas crianças sozinho e colocar comida na mesa todos os dias.

Sem trabalho, sua única renda no momento é uma pensão de 100.000 pesos chilenos, que equivalem a aproximadamente R$ 743,00. Com todas essas dificuldades, ele poderia ter desistido de cuidar das filhas ou perdido as forças, mas a realidade é bem diferente.

Bastante consciente de suas responsabilidades e disposto a arcar com todas elas da melhor maneira possível, o homem foi atrás de visibilidade para fazer uma proposta.


Na entrevista, ele disse que precisa urgentemente de uma pessoa experiente para ajudá-lo com pequenas limpezas de casa, além de vesti-lo pela manhã e colocá-lo para dormir, à noite. Ele está procurando um trabalho para sustentar a família e comprar uma cadeira de rodas elétrica, mas não consegue fazer tudo sozinho por conta de sua deficiência.

Ele costumava trabalhar na construção civil, mas vivendo em uma cadeira de rodas, agora trabalha vendendo produtos para veículos, de porta em porta. Ele precisa de uma cadeira elétrica para ter melhor qualidade de vida e poder trabalhar.

No pedido, ele diz que é “uma pessoa com capacidades reduzidas”, mas que gostaria de continuar vivendo.

Como pagamento ao profissional que deseja contratar, ele oferece a pensão que recebe do governo, já que com um trabalho terá uma renda maior. O funcionário deverá trabalhar de segunda a sexta-feira, apenas duas vezes ao dia.


Ainda disse que se alguém “de bom coração” puder ajudá-lo com alguma contribuição voluntária, também ficará muito grato.

Juan chama suas filhas de “força motriz” de sua vida, e realmente está dedicado a oferecer-lhes a melhor vida possível, apesar de todas as dificuldades.

Que história comovente! Juan é um exemplo de paternidade e merece todo o apoio e reconhecimento. Torcemos para que consiga a ajuda necessária logo e que possa viver com dignidade e paz ao lado das filhas.

Compartilhe o texto em suas redes sociais!


Mulher, de 56 anos, é criticada por suas roupas “juvenis” e responde: “Vistam o que quiserem”

Artigo Anterior

Jovem trabalha como pedreiro para comprar uniforme e material escolar. Valoriza o estudo!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.