Notícias

Pamella comemora prisão de DJ Ivis: “Que encoraje mais mulheres”

Pamella Holanda comemorou a prisão de DJ Ivis nesta quarta-feira (14/7) através das redes sociais.



“Um homem que se compara a Deus, certamente, não o teme. Quem é omisso também é agressor e usa as mesmas ‘armas’ que todos eles: descredibilizar a vítima, culpando-a por se defender. Como você mesmo disse: ‘Você esbraveja porque é sua única defesa. Não esqueça disso. E eu não vou me calar”, escreveu ela.

“Obrigada aos artistas, atores, influenciadores, autoridades e veículos. Que tudo isso encoraje mais mulheres a denunciarem a violência. E reforço novamente que não seja só comigo, mas com todas as mulheres que decidem denunciar seus agressores, que sejam ouvidas, assistidas e que tenham todas as medidas asseguradas. Só assim esse cenário poderá mudar”, finalizou ela.

No meio artístico, ele já era conhecido por ser arrogante e agressivo com produtores, compositores e equipe.


Após a divulgação em primeira mão pela coluna dos casos de agressão do DJ Ivis contra sua ex-mulher, Pamella Holanda, diversos outros relatos estão surgindo sobre o comportamento do músico.

Segundo relatos, DJ Ivis já agrediu outras mulheres. “Nas vezes em que encontrei o DJ Ivis, ele foi super ignorante e agressivo. Uma certa vez, ele queria entrar no camarim e estava sem pulseira de acesso. Pedi aos seguranças para o barrarem. Ele veio tirar satisfações comigo, me empurrou e caí no chão. Isso já era comum de acontecer quando ele nem era famoso. Em outro evento, ele tentou agredir a mim e a minhas funcionárias. Fizemos um boletim de ocorrência contra ele”, disse uma produtora de eventos de Fortaleza, que não quis ser identificada.

“Já houve relatos de outros artistas reclamarem dele. Falavam que ele era muito grosso com as pessoas”, comentou um compositor. “Eu já presenciei uma vez com um colega. Ele apresentou algumas músicas e o DJ Ivis, ao ouvir, falou: ‘Sua música é uma merda. É uma bosta. Não tem nada com nada’. O rapaz mostrou mais uma e ele foi ainda mais grosseiro”, afirmou outro compositor.

Também há relatos de problemas no condomínio onde DJ Ivis morava em Fortaleza, o Mirante Plus Residence. “Ele não respeitava ninguém e nenhuma regra. Só andava sem máscara. Os vizinhos têm vários vídeos dele brigando com ela”, disse um morador do local.


Motorista de DJ Ivis ‘travou’ ao ver agressões e chegou a chamar a polícia

Artigo Anterior

Antônia Fontenelle vai ser investigada por crime de discriminação

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.