Comportamento

Em “Pantanal”, Madeleine fica na miséria, discute com Irma e é dada como morta após acidente

Foto: Divulgação
capa madaleine

Na primeira versão do folhetim, a personagem tem um final trágico, mas fontes apontam que Bruno Luperi pode surpreender o público no remake.

A novela “Pantanal” tem surpreendido o público, tanto pela exuberância das paisagens, quanto pelo resgate de uma das tramas mais acompanhadas pelos telespectadores há mais de três décadas. Com todo o simbolismo, Bruno Luperi busca não apenas revisitar a narrativa de seu avô, Benedito Ruy Barbosa, mas também imprimir sua marca e “fazer justiça” a alguns personagens.

Dentre as várias figuras, Madeleine, interpretada no remake por Karine Teles e na primeira versão por Ítala Nandi, pode ter um final diferente do exibido em 1990. Nesta semana, a personagem descobriu que o marido Gustavo (Caco Ciocler) a trocou por Nayara (Victoria Rossetti), ex-namorada do próprio filho, o que acabou desencadeando uma série de eventos que modificam completamente a trama.

Com a falência da família, Madeleine passa a precisar trabalhar na própria casa para que as coisas funcionem. Em um diálogo com Irma (Camila Morgado), ela se dá conta que a irmã e o ex-marido já tinham tido relações íntimas, e que ela escrevia cartas com frequência para ele. Depois da discussão, a ruiva sai da casa, fazendo a mãe de Jove (Jesuíta Barbosa) acreditar que vai se reencontrar com José Leôncio (Marcos Palmeira).

Ao desabafar com Mariana (Selma Egrei), acaba ouvindo umas verdades, compreendendo que Irma foi quem se responsabilizou pela criação de Jove, que fugiu do casamento com Zé Leôncio, levando o filho a pensar que era órfão de pai. Além disso, também toma consciência de que Gustavo a trocou porque era feito de “palhaço” na relação, e que isso eram indícios de que ela sempre estava fugindo da felicidade.

2 Em Pantanal Madeleine fica na miséria discute com Irma e é dada como morta após acidente

Direitos autorais: Reprodução/ Rede Globo

Madeleine então decide ir atrás de José Leôncio, fazendo o que o “coração manda”, e se desloca até Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. Chegando à cidade, ela pega um avião para a Nhecolândia, com o piloto Firmino (Pierre Santos), mas as condições climáticas não eram das mais favoráveis.

José Leôncio acaba descobrindo que a ex-mulher estava indo para o Pantanal, e o tempo vai fazer com que fique preocupado com a situação. Cerca de uma semana depois, os destroços do avião são encontrados no rio, e todos acreditam que Madeleine acabou morrendo. Neste momento, ainda existem dúvidas quanto o que vai acontecer com a personagem, mas todos garantem que será uma surpresa.

3 Em Pantanal Madeleine fica na miséria discute com Irma e é dada como morta após acidente

Direitos autorais: Reprodução/ Rede Globo

Primeira versão

No folhetim exibido em 1990, Madeleine acaba tendo um final trágico, caindo no rio com o avião e sendo devorada por piranhas. Mas esse não era o fim imaginado e escrito por Ruy Barbosa, de acordo com o UOL, o autor acabou excluindo a personagem da trama a pedidos da atriz Ítala Nandi.

4 Em Pantanal Madeleine fica na miséria discute com Irma e é dada como morta após acidente

Direitos autorais: Reprodução/ Rede Manchete e reprodução/ Rede Globo

A principal intenção do autor era fazer com que ela fosse encontrada pelo Velho do Rio, interpretado na primeira versão por Cláudio Marzo, sendo resgatada e aprendendo a viver como uma “verdadeira pantaneira”. Como a atriz queria sair da novela, Benedito aceitou e inseriu um final chocante, mas agora, 32 anos depois, Luperi pode dar continuidade ao trabalho do avô, “fazendo justiça” à personagem.

Final e próxima novela

O final ainda é apenas especulação, mas os atores já chegaram a mencionar na mídia que todos vão se surpreender. A única coisa que podemos fazer, é esperar as próximas cenas, para ter certeza de que Madeleine irá viver, ou se, na realidade, o atual autor vai preferir manter a história como antes, e essa versão seja apenas mera imaginação do público.

A novela das 21h tem batido recordes de audiência, e conectado o público novamente com os folhetins, fazendo com que programas antes e depois da novela também apresentem uma alta no ibope. Logo depois de “Pantanal”, no segundo semestre, “Travessia”, de Gloria Perez, pretende ocupar o lugar da faixa de horário.

0 %