Comportamento

Muda tenta matar onça, comete erro e deixa Velho do Rio sangrando com bala no peito

Foto: Reprodução
Pantanal Velho do Rio sangra no chao com bala dentro do peito veja fotos

Os espectadores ficaram chocados com o episódio, principalmente depois de Maria Rute acaba acidentalmente atirando no Velho do Rio.

A novela “Pantanal” tem feito a Rede Globo bater recordes de audiência, chegando a registrar 30,8 pontos apenas na Grande São Paulo, o maior ibope até o momento. Em muitos locais, as informações são de que a emissora finalmente fez as pazes com o público que sempre apreciou novelas, conseguindo conquistar também os mais jovens.

No dia 7 de maio, o episódio de “Pantanal” trouxe suspense e mistério para a trama, inserindo um personagem que tem sido esperado pelo público há algumas semanas, Xeréu Trindade, interpretado por Gabriel Sater. Mas o desenrolar dos acontecimentos têm início com a partida de Juma (Alanis Guillen) para o Rio de Janeiro ao lado de Jove (Jesuíta Barbosa).

Percebendo que estava completamente sozinha e vulnerável, Maria Rute, interpretada por Bella Campos, decide pegar a arma para se proteger, sabendo que quem está se aproximando é Maria Marruá (Juliana Paes), em forma de onça. Assassinada depois que Muda interveio, ela surge com sede de vingança, e a jovem chega a imaginar que sem Juma em casa, a mãe poderia pensar que ela teria feito mal à filha.

Assim que a onça começa a se lançar contra a porta, fazendo barulhos horrendos e fortes, e a jovem tenta se salvar sacando a arma e atirando algumas vezes em direção ao barulho. Porém, posteriormente ela descobre que cometeu um grande erro, o Velho do Rio tinha ido até a casa, intervir da disputa das duas, infelizmente ele acabou com uma bala cravada no peito.

2 Muda tenta matar onca comete erro e deixa Velho do Rio sangrando com bala no peito

Direitos autorais: Reprodução Instagram/ @bellacamposx

Mas Muda não tinha consciência do que tinha acontecido, e só fica sabendo do ocorrido no dia seguinte, quando Tibério (Guito) vai até a tapera e conta, preocupado por ter visto o Velho do Rio ferido de longe. Por si só, esse é um momento que causa muita tensão, principalmente para aqueles que ainda não sabem o que está prestes a acontecer.

Na trama, o Velho do Rio acaba desmaiando com a perda de sangue e a dor, mas é salvo por um personagem que entrou agora na trama, Xeréu Trindade, interpretado por Gabriel Sater. O violeiro e boiadeiro chega a cavalo até o senhor, e o força a beber água com um cantil, erguendo sua cabeça até que consiga.

3 Muda tenta matar onca comete erro e deixa Velho do Rio sangrando com bala no peito

Direitos autorais: Reprodução Instagram/ @gabrielsateroficial

O diálogo entre os dois que se segue revela ainda mais o misticismo envolto em ambos os personagens: “Eu tô c’uma bala cravada no peito. Que tá me queimâno… Me arranca ela do peito”, implorará o guardião. “Só se fô na ponta da faca”, responderá o peão. “Como fô preciso”, concordará o homem que um dia já foi Joventino (Irandhir Santos).

Antes de tirar a bala do peito do Velho do Rio, Trindade se apressa em contar que tem um trato com o diabo, e o ferido imediatamente responde: “Me arranca logo essa bala do peito! Que ocê vai tê o que ele te prometeu.” Nessa angústia e com diálogos ofegantes, os personagens se viram pela primeira vez, e deixou o público até mesmo aflito

Trindade retira a bala que estava alojada no peito do Velho do Rio, atendendo ao seu pedido, e sai para encher o cantil de água novamente no rio, mas assim que volta ao local, ele tinha ido embora, desaparecendo completamente. Essas cenas foram ao ar no dia 7 de maio, adicionando mais uma nuance na trama, com Sater. Confira um trecho abaixo:

Pacto com o diabo

O personagem de Trindade é envolto em mistérios, e na primeira versão de “Pantanal” também tinha um pacto com o diabo por um trato que tinha feito há muitos anos. Isso fazia com que nunca conseguisse fixar raízes, passando pouco tempo trabalhando em fazendas aleatórias, até chegar o momento de ir embora.

Gabriel Sater foi escolhido para dar vida ao personagem que, há 32 anos, foi interpretado por seu pai, Almir Sater, e que arrancou suspiros da geração da época. Nas redes sociais, muitas pessoas apontaram que pai e filho são extremamente parecidos, e que isso acaba trazendo mais veracidade ao enredo.

0 %