publicidade

Papa Francisco adverte: a fofoca é uma praga terrível!

Antes da oração mariana do Ângelus, o pontífice alertou sobre o perigo das fofocas e orientou sobre como os pecadores devem ser tratados.



Enquanto atual líder da Igreja Católica, o papa Francisco tem o compromisso de guiar os fiéis no caminho do Evangelho, orientando suas atitudes, trazendo ensinamentos valiosos e atuais, e alertando-os sobre os perigos de determinadas atitudes.

Na missa do último dia 6 de setembro, antes da oração mariana do Ângelus, o papa Francisco trouxe um importante ensinamento sobre a correção fraterna, mostrada no Evangelho de Mateus 18,15-20, no qual Jesus fala sobre esse tema. As informações foram publicadas pelo portal Vatican News.

O papa ofereceu conselhos bíblicos sobre como lidar com os irmãos que cometeram pecados. Entre eles, estão três principais:


1. Advertir discretamente

O papa diz que o primeiro passo é advertir a pessoa com discrição, sem julgamentos, apenas para que ela perceba o erro que cometeu. Ele acrescentou que esse passo pode não ser simples, seja pelo medo da reação do outro, pela falta de confiança na relação, entre outros motivos.


2. Buscar ajuda

Se o primeiro passo não adiantar e a outra pessoa não perceber o que fez e se arrepender, o papa explicou que Jesus ensina a buscar a ajuda de outras irmãs e irmãos.


3. Contar à Igreja

Caso a pessoa mantenha o posicionamento após os dois primeiros passos, é preciso seguir o terceiro que, de acordo com o papa Francisco, é levar o assunto à comunidade da Igreja. Ele explicou que “pode ser preciso um amor maior para reabilitar o irmão”.


Última medida

Quando todas as intervenções falham, o papa explica que devemos colocar o irmão nas mãos de Deus, pois só Ele poderá mostrar um amor maior do que o de todos os irmãos juntos.

No entanto, uma das lições mais importantes sobre esse tema foi deixada para o final. O papa falou sobre a fofoca focada nos erros alheios e explicou que essa atitude fecha o coração da pessoa à comunidade e fere a unidade da Igreja.

Ele instruiu todos os irmãos e irmãs para se esforçarem para não fofocar e explicou ainda que as fofocas são uma praga ainda “mais terrível do que a covid”, e finalizou com uma oração à Virgem Maria, pelo perdão, fraternidade e misericórdia de Deus.

Essa mensagem do papa veio em um uma boa hora. Todos nós já nos envolvemos em fofocas, outros vivem essa realidade todos os dias. O fato é que a fofoca não traz nada de bom para ninguém, apenas prejudica os nossos relacionamentos. Precisamos nos esforçar para combatê-la.

Comente abaixo sua reflexão sobre o assunto e compartilhe o texto com os amigos através das redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.