4min. de leitura

Para aqueles momentos em que a dúvida entre insistir ou deixar ir te assombra

Será que devemos insistir ou deixar ir?  

Muitas vezes, nós nos encontramos em dúvidas excruciantes sobre deixar ir ou insistir. Será que devemos insistir mais naquela pessoa que gostamos muito, naquela oportunidade que provavelmente não aparecerá de novo tão cedo, naquela vida que, apesar das dificuldades, sentimos que nos faz felizes? A resposta não é fácil, precisamos desenvolver por nós mesmos uma sabedoria que nos guie para o caminho mais saudável.


Por mais que possamos nunca ter total certeza de qual caminho o universo escolheu para vivermos, o importante é termos a consciência de que fizemos a nossa parte, de que tentamos e demos o nosso melhor, dentro de nossas limitações. De que o que acontecerá a seguir cabe a Deus, ao destino, àquilo em que você verdadeiramente acredita que está acima de nós.

É essencial saber em seu coração que você agiu, foi atrás, tomou iniciativa, saiu de sua zona de conforto e não apenas sentou e esperou que seus objetivos milagrosamente caíssem em seu colo. Você se comprometeu e agora está preparado para seguir em frente.

A vida raramente é preto no branco. Ao mesmo tempo em que ela nos afasta daquilo que realmente desejamos, também nos aproxima dessas coisas, à sua própria maneira.

No final das contas, nós percebemos que realmente nunca teremos total controle sobre nossas situações, mas que nossos pensamentos e atitudes cabem a nós.


Se você fez a sua parte, se você se doou para causas em que acredita e buscou seus objetivos com tudo o que tinha, permita-se descansar e deixe que o universo faça o seu trabalho. Mesmo que no final você acabe perdendo alguma coisa que considerava importante, saber que tentou o fará adotar uma postura de gratidão, ao invés de arrependimento.

Por saber que tentou, sua cura será mais rápida e eficaz, você não vai questionar suas atitudes ou se culpar. Apenas entenderá que as coisas seguem seu curso natural, e que nem tudo foi feito para dar certo.

Se você esforçou e ainda assim as coisas não funcionaram, é porque não era para ser seu. Aguente o quanto puder, e depois liberte-se.

Você não está sozinho, o universo está ao seu lado, trabalhando com você. Por isso, você precisa permitir que ele tenha o seu tempo para lhe mostrar as coisas que estão preparadas para sua vida. Você deve estar disposto a trabalhar em equipe, dividir tarefas e permitir que o universo finalize algumas que você começou, dessa maneira será mais fácil atrair as coisas certas.


Através do equilíbrio, fica mais fácil saber se você deve insistir ou deixar ir; se deve se apegar a algo ou deixar livre.

É assim que compreende que nem todas as coisas serão como você quer, mas que acontecerão conforme for melhor para você.


Direitos autorais da imagem de capa: God & Man





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.