3min. de leitura

Para cada flor existe o seu espinho…

Mas, nem tudo são FLORES. Os ESPINHOS…

Tão bom é receber o aconchego de quem amamos, o cuidado, o carinho, a troca de afetos e todas as suas somas, a famosa reciprocidade nata, oriunda de quem faz jus ao seu real significado.


Bom seria criar o ponto de partida e permanecer assim para o resto da vida. Mas, nem tudo são FLORES. Os ESPINHOS?

Existem sim, e tem formas das mais diferenciadas que possam imaginar.

Se para cada FLOR existe um cheiro, uma forma e uma cor, para cada FLOR existe o seu ESPINHO.

A gente tenta não matar o amor que existe dentro de nós e escolhemos disfarçar o espinho que está sendo cravado em nosso coração, procuramos mil e uma maneiras para “justificar” esse sentimento até que a vida e os acontecimentos mostram a realidade, ali, estampada bem na nossa frente e mesmo assim negamos. É a omissão sentimental instalada, cravada na pele como uma tatuagem.


A busca por utilidade nas relações contemporâneas vira o elo de sustentação de relacionamentos fracassados, escassos, rasos de autonomia, dispersos, como um veneno que vai matando a cada dose dada. A utilidade deve ser aqui compreendida como o “faz tudo que te peço”. O perigo disso é a total ANULAÇÃO como SER por conta de um sentimento doente e imaturo.

Há pessoas que se instalam em nossas vidas como verdadeiros parasitas, sugando o nosso melhor, confundindo AMOR com UTILIDADE. É o ESPINHO disfarçado, inebriado de AMOR, só vamos perceber a sua DOR quando “Ele” estiver bem PROFUNDO, e quando nos atentarmos a retirá-lo, além do sangue, restará apenas as CICATRIZES.


Não se preocupem… CICATRIZES nos fazem lembrar do tempo que perdemos ao lado de pessoas assim; da forma como NUNCA mais vamos SER mais para outro alguém; do tipo de RELACIONAMENTO que EVITAREMOS daqui por diante e o principal de TUDO… que devemos ser AMADOS e nunca ÚTEIS.

Finalizando…

Ninguém tem a certeza do futuro mas se é para ter ESPINHOS ao menos saiba ESCOLHER sua FLOR!





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.