publicidade

Para esquecer as tristezas da alma…

A imersão para esquecer as tristezas da alma.

Imergir tem inúmeros significados como mergulhar, entrar em algum lugar ou ficar absorvido em alguma coisa. Mas a imersão neste contexto tem outro sentido.



Nossa alma, às vezes, é dilacerada por más notícias como quebra de expectativas, traições e até quando somos afastados de alguém que amamos pela morte. Dependendo do problema que passamos, nossa alma fica mais triste e fraca.

Mas como aliviar esse sentimento e transformar a tristeza da alma em alegria?

A resposta para essa questão é pela imersão.

Temos que imergir nosso ser em outra esfera, o afastamento do caos é necessário para cumprimos nossos objetivos.


Quando nos afastamos do caos e dos problemas que estamos passando, conseguimos trazer para nossas vidas equilíbrio, pois quando o problema é visto por fora, por outro ângulo torna-se mais fácil ter o controle sobre ele e resolvê-lo.

Mergulhe sua mente, faça uma viagem mental, dez minutos diários são o suficiente. Tire um tempo para você. Medite sobre as circunstâncias de sua vida. Reveja seus conceitos, procure um novo caminho e altere seus padrões. Liberte-se de antigos conceitos, às vezes é necessário fazer isso para atingir o objetivo de ser feliz.

A imersão se faz necessária quando você percebe que sua alma está entristecida.

Converse diretamente com o criador do universo e em seguida faça a imersão, volte sua mente para longe dos problemas e do caos. Quando fazemos isso, a solução vem com mais facilidade.


Somos seres emotivos e ficar triste é algo completamente normal, mas se, por ventura, nossas almas ficarem tristes por um longo período, então devemos imergir em busca de nossa felicidade e realização.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: dissq / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.