Para impedir que se separassem, homem adota 5 irmãos que viviam em abrigos diferentes



Um servidor público do Rio de Janeiro, que sempre teve o desejo de adotar um filho, com certeza não esperava a volta que sua vida daria quando isso acontecesse!

Todos sabemos que a família não é necessariamente o grupo no qual nascemos, mas sim as pessoas que nos tratam com amor, respeito e nos aceitam como somos. Muitas pessoas encontram sua verdadeiramente família não nos laços de sangue, mas nos relacionamentos da alma.

A história que contamos abaixo é um exemplo disso. Uanderson Barreto é um servidor público do Rio de Janeiro que sempre teve o desejo de adotar um filho, mas não esperava a volta que sua vida daria quando isso acontecesse.

Em uma entrevista ao site Só Notícia Boa, Uanderson contou como aconteceu o processo de transformação da sua vida.

Em 2012, ele começou o processo de adoção. Ao visitar um abrigo em sua cidade, conheceu o menino João, encantou-se por ele e decidiu adotá-lo.

No entanto, João tem um irmão chamado Daniel, que possui dificuldades de compreensão e raciocínio. Sentindo-se mal por ter separado os dois irmãos, o pai solteiro voltou ao abrigo e adotou também Daniel.

Com os dois em casa, Uanderson começou a conhecer os outros irmãos dos meninos, que também viviam em casas de abrigo. Conforme ele contou na entrevista, as 5 crianças vivam em abrigos porque os pais biológicos não possuíam condições financeiras ou psicológicas de criá-los.

“Depois de uns meses, recebi uma ligação de um outro abrigo, dizendo que um dos irmãos dos meninos estava fazendo aniversário e se eu podia ir até lá para eles se encontrarem. Fui e me sensibilizei muito por ele estar lá sozinho. Também dei entrada na adoção dele e o trouxe para casa.”



Uanderson sentiu-se mal por ver os irmãos separados e adotou todos eles. Depois do terceiro, Alexandre, o próximo a ser adotado foi Pedro. Ele foi para a casa do servidor e dos irmãos apenas para passar o Natal, mas de lá não saiu mais: “No Natal seguinte fui ao acolhimento, trouxe o Pedro para ficar na minha casa. Ele gostou e ficou, mas tinha deixado Leonardo no acolhimento. Há uma semana a adoção dele aconteceu e eu busquei o Leonardo também. Hoje formamos a família mais feliz do mundo.”

Em 2018, a adoção de todos os irmãos estava completa. Foi assim que Uanderson passou de pai solteiro a protetor de 5 irmãos com idades entre 12 a 19 anos.

As crianças, que estavam separadas, agora vivem juntas, cercadas de muito cuidado, amor e responsabilidade. Daniel estuda em uma escola onde é tratado com toda a atenção de que precisava.

Uanderson disse que sempre pensou em adotar crianças mais velhas, que costumam ser os últimos nas filas de adoção. Sua atitude fez a diferença nas vidas dos 5 irmãos que agora podem estar juntos em um lar saudável.

Um grande exemplo de empatia e bondade! Desejamos toda a felicidade a essa família tão especial, unida pelo amor!


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


 

Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: © Uanderson Barreto/arquivo pessoal.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.