CrônicasRelacionamentos

Para o cara que nunca me escolheu…

para o cara que nunca

Você é minha pessoa. E me disse que eu era a sua também.



Você é o único para quem eu sempre quis contar minhas histórias. Você é o único que eu quis ver todos os dias. Em todas as coisas, você é o meu único.

As pessoas continuam me dizendo que você não é bom para mim.

Mas não; você é minha sanidade. Você é meu salvador. Você me puxa para cima sempre que eu me abraço na escuridão. Você é suficiente para mim.


Mas você também está cansado. De vez em quando, me pergunto se tudo o que estou fazendo vale a pena; eu penso comigo mesma que dei mais do que deveria. Era praticamente como se eu vivesse para você. Eu priorizei você sobre mim mesma ao ponto de sua sanidade ter vindo acima da minha. Eu estive lá para você nos bons e maus momentos.

para o cara que nunca

Mas você nunca esteve lá para mim. Você é sempre o primeiro com quem eu quero conversar quando sinto que o mundo está desabando sobre mim; quando parece que todo mundo está indo embora. Sempre foi você. No entanto, nenhuma vez você esteve lá para mim.

Eu acredito que as pessoas amam de forma diferente. Não podemos esperar que os outros nos amem do jeito que queremos… mas com você é demais.


Você está confuso. Ficamos próximos. Eu pensava em você como meu melhor amigo. Então as pessoas começaram a dizer o quão diferente você estava me tratando; como elas acreditavam que eu era especial para você – que poderíamos ser mais do que amigos. Essa possibilidade não tinha passado pela minha mente até que quase todos a mencionaram.

Pouco a pouco, eu poderia ter retribuído cada doce gesto que você fez por mim. Eu gostava de todas as noites em que você me ligava dizendo que estava vindo, e ficávamos acordados até tarde conversando sobre todos os tipos de coisas, apenas apreciando a companhia um do outro. Em algum lugar ao longo do caminho, eu poderia ter começado a me apaixonar por você.

Mas eu atingi o meu limite. Eu o confrontei. Eu queria definir o que realmente éramos. Eu queria que você me dissesse que eu não era a única a me sentir assim. Eu tinha razão. Você me disse que eu era diferente de todas as outras. Você me disse que me tratava de maneira diferente. Mas eu também estava errada. Você me disse que lamentava a confusão – por cruzar a linha. Você me disse que eu era apenas sua melhor amiga.

Pouco a pouco, a realidade começou a se desdobrar diante dos meus olhos.


Eu não era sua pessoa. Eu era apenas uma rede de segurança na qual você se agarrou. Eu era apenas a pessoa que se disponibilizava para você. Eu era meramente a pessoa que você precisava quando se sentia para baixo porque eu te ouvia; porque eu tentava te entender.

Eu não era a pessoa para quem você queria contar suas histórias. Eu era apenas a pessoa disposta a ouvi-lo.

Você só está lá quando precisa de mim. Eles estavam certos. Você não é bom para mim. Fiquei cega demais para ver que estava arrancando um pedaço de mim toda vez que tentava consertar você.

Se você chegar a ler isso, espero que perceba que estou falando de você. Porém, eu nunca vou admitir isso para você, se me perguntar.


Eu sei que você vai me dizer que não queria que isso tivesse acontecido. Mas você sempre fez eu me sentir assim. Eu criei desculpas para você. Eu racionalizei por você.

Eu sei que você vai me dizer que está machucado. Mas eu também estou. Nós dois estamos. Mas eu era a única que dava mais. Eu era a única a dar até não ter nada para mim.

Você estava certo. Eu fiz mais do que deveria. E termina aqui. Você nunca me escolheu. E agora estou me escolhendo.

Você não vale a pena.


Finalmente estou indo embora. Estou finalmente dizendo adeus.

Eu vou sempre amar você, uma parte de mim sempre o fará.

Até logo.

___________


Traduzido pela equipe de O Segredo Fonte: Thought Catalog

Meus desejos para você em 2017…

Artigo Anterior

Se você vive estas 6 lutas, você é altamente inteligente!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.