publicidade

“para os poetas, é mais fácil amar.”

Ouvi isso uma vez, e pensei no motivo daquilo, fiquei matutando aquilo por dias. E nada.



“Para os poetas, é mais fácil amar.”

Um dia, estava eu, cansado, exausto com o trabalho, querendo desistir daquilo tudo. Olhei o porta retrato e a vi, ela que foi embora, por vontade, por não ver mais sua felicidade ali.

Abri meu computador e comecei a escrever sobre um alguém. Um alguém que tinha o rosto dela, a voz dela, o beijo dela.

Mas óbvio, não era ela. Porque ela havia ido embora.


Mas ali na tela do computador, ela estava presente, me amava e dava risada das minhas piadas idiotas.

Comecei a falar sobre a rotina de nós dois, momentos que nunca aconteceram. Sobre as noites de filmes franceses, sobre as saídas com os amigos, sobre os beijos no cinema. Falei sobre o dia que ela decidiu ir embora, mas ali na tela do computador, ela havia decidido ficar, havia pensado melhor. “Que bobagem, ainda amo você”.

Ela escolheu ficar. Aquela mulher no computador escolheu ficar. Aquele homem era amado ainda. Fiquei feliz por ele, muito feliz.


O nós não era mais nós. E sim, qualquer um. Eram estranhos, na tela de um computador. Era minha mente trabalhando da forma que ela foi criada para trabalhar. Poetizando momentos infelizes. Poetizando por poetizar.

Percebi que nós poetas, criamos aquilo que convém, vibramos com aquilo que idealizamos, como se simplesmente fosse nossa própria vida. E olha, sabe que é? Um poeta é um pouco de tudo aquilo que ele escreve. E ele sente um pouco de tudo.

Nós poetas, amamos demais, sentimos demais. Eu carrego não só minhas histórias, mas também aquelas que criei.

Não sei se amar é mais fácil para o poeta, mas é mais comum, natural, usual.

A gente ama todo dia, toda hora, estamos constantemente apaixonados. Fazemos do poema, um meio de amar, de conhecer, de aprender. Conhecemos infinitas formas de amar, de amor. Possibilidades.

Não sei se amar é mais fácil para o poeta, mas é fácil acreditar.

E quando um poeta fala sobre o amor, mais amor é espalhado por aí, mais acreditam no amor. E aí fica fácil. É fácil amar assim.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.