AtitudeMeditaçãoQualidade de vida

Para me sentir bem

Para limpar ideias velhas que só fazem mal e assumir novas atitudes positivas quero propor a você uma meditação que vai ajudá-la a ter confiança nos seus sentimentos interiores. Aquele bom senso que apontará o seu melhor. Para se deixar sentir, é fundamental relaxar e é exatamente essa a intenção dessa meditação. Por meio dela você também terá a oportunidade de fazer a limpeza de velhas ideias e assumir atitudes positivas novas, visando sempre ao seu melhor. Muitas dúvidas ainda vão surgir, mas tenha a certeza de que a vida é um eterno aprendizado.



Respire fundo e solte o ar, deixando a sua respiração livre. Solte a respiração como se soltasse todo o seu cansaço, todas as suas tensões ou preocupações. Como se tudo isso fosse apagado da sua mente. Sinta o corpo. A mente não se apaga, simplesmente ela vai para segundo plano. Sinta novamente seu corpo. Há sensações nele. A respiração: o ar que entra, o ar que sai.

respiração

Devagar, imagine uma luz no seu peito, quente e confortável, que vai se acendendo e se abrindo. À medida que ela se acende você vai mudando de lugar. Agora está na praia. Naquela praia de que gosta tanto. A música vem do ar como se seres invisíveis tocassem pra você. Isso começa a lhe dar um conforto, uma sensação de paz e tranquilidade. Uma boa vontade de viver nesses momentos, uma cabeça sem pensamentos.


Você se entrega para a vida, deixando que ela a leve pela própria inteligência, pelo próprio fluxo. Pelo seu pensamento, diga:

‘“Eu sou livre para escolher. Eu sou livre para tomar as atitudes que eu quiser. Eu me escuto cada dia mais firmemente. O que importa para mim é o que eu sinto. Felicidade é sensação. Realidade é sensação. Satisfação é sensação. Paz é sensação. Firmeza é sensação. Tudo é sensação. Todas as grandes coisas da vida são sensações: amor, conquista… A vida é sentir, e eu valorizo as minhas sensações acima de qualquer valor, de qualquer regra. E me deixo sentir, responsabilizo-me por aquilo que eu sinto, pois sou eu que provoco o que sinto. Neste exato instante, quero me sentir bem e eu posso usar uma grande afirmação: Eu sou bom. Mas não só afirmar, vestir essa ideia.

Vista!

Eu sou bom.


Sinta no corpo inteiro e veja sua vida.

Tudo o que eu faço é bom.

Pense, sem se comparar com outras pessoas:

Tudo o que faço tem o meu jeito, e meu jeito é sempre bom, pois é único.


Sinta o prazer de ser único.

Eu sou absolutamente diferente de todo mundo.

Sinta a beleza de dizer absolutamente diferente.

E todos são absolutamente diferentes uns dos outros. E tudo é absolutamente diferente de tudo. Cada dia é diferente. Cada hora é diferente, cada segundo é diferente. Tudo é diferente de todos em todos os tempos. O universo só sabe criar o diferente, o absolutamente diferente. Quando eu afirmo: Sou absolutamente diferente, eu me equilibro no universo, me sinto universal, amplo, espaçoso. E parece que o vento da praia passa por dentro de mim e eu me sinto em paz com tudo o que existe, sendo como sou, fazendo o que eu faço. Só o bem é real. Verdade é o que faz me sentir bem. Doravante, só faço aquilo que me faz sentir bem.


Por José Batista de Carvalho

“ela acreditava em anjos… E porque acreditava, eles existiam…”

Artigo Anterior

A energia do pensamento

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.